sexta-feira, 30 de abril de 2010

OMG News: Europa cria o primeiro índice cristão de ações

O primeiro índice cristão de ações da Europa foi lançado na segunda-feira, 26, em resposta à demanda dos investidores pelas ações ditas éticas. O Índice Stoxx Europe Christian compreende 533 companhias europeias que só obtêm receitas de fontes aprovadas "de acordo com os valores e princípios cristãos".

Empresas como a HSBC, Nestlé, Vodafone, Royal Dutch Shell e estão entre as companhias que formam o índice. Outros grupos que não faturem com pornografia, armas, tabaco, produtos de controle da natalidade e jogos de azar também podem constar do índice.

Um comitê, que segundo a Stoxx compreende representantes do Vaticano, avalia as ações, as quais se originam do índice Stoxx Europe 600.

Algumas das maiores administradoras de fundos de investimento, como Aviva Investors e Axa Investment Managers, estabeleceram fundos éticos nos últimos anos em resposta à demanda dos investidores.

Os fundos éticos têm objetivos semelhantes aos fundos cristãos, ainda que não proíbam ações de empresas que lucrem com produtos de controle da natalidade e evitem investimento em empresas que com atividades que sejam prejudiciais ao ambiente

Fonte: Folha de São Paulo



OMG News: Pior está por vir, diz reitor da Universidade Luterana


A reitoria da Nova Ulbra (Universidade Luterana do Brasil), com sede em Canoas, contratou a empresa de consultoria KPMG Corporate para fazer diagnóstico da instituição e indicar alternativas para saldar compromissos fiscais e equilibrar o caixa, depois da situação falimentar deixada pela direção demissionária.

A nova administração, que assumiu em abril de 2009, introduziu um Comitê de Caixa, além do Comitê Gestor de Crise, fundamentais na organização da rotina financeira da instituição.

O reitor Marcos Fernando Ziemer informou os delegados da 60ª Convenção Nacional da Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), reunida em Foz do Iguaçu de 21 a 25 de abril, que o Plano de Reestruturação da Ulbra, elaborado pela KPMG, ainda é confidencial.

O relatório aponta, porém, em linhas gerais, para o reposicionamento competitivo das unidades de ensino, apresenta formas de consolidação das projeções financeiras e dispõe de alternativas para o financiamento do Plano de Reestruturação.

Ziemer mostrou ao plenário números e dados estatísticos da Ulbra. Destacou que o problema da instituição não é acadêmico e sim financeiro. Mesmo com as perspectivas delineadas pela empresa de consultoria, o reitor frisou que “o pior não passou, o pior começa agora”, com a reestruturação financeira da universidade.

A dívida fiscal da Ulbra é calculada em 2 bilhões de reais (cerca de 1,17 bilhão de dólares), segundo dados da imprensa. O ex-reitor da instituição, pastor Ruben Becker, contesta esse valor, alegando que a dívida fiscal não passa de 350 milhões de reais.

Fonte: ALC



OMG News: Em Londres, músicos evangélicos denunciam abusos em operação da Scotland Yard

A três meses do quinto aniversário da morte de Jean Charles de Menezes, a Scotland Yard está sendo acusada de mais uma operação desastrada envolvendo brasileiros: um grupo de músicos evangélicos paranaenses entrou com queixa-crime contra a corporação, alegando ter sofrido maus-tratos durante uma operação na noite do último dia 18.

Segundo os brasileiros, além de ameaçado com revólveres e agredido, o grupo teve um de seus integrantes atordoado por uma arma de choques elétricos.

Identificados apenas como Adiel, Thiago, Luiz André e Herigo, e a menor KMM, o grupo entrou com queixa-crime junto à IPCC, órgão que investiga casos de abusos cometidos por forças policiais do Reino Unido, com auxilio da Casa Brasil, ONG que oferece serviços de assistência a imigrantes brasileiros no país. Segundo presidente da ONG, Carlos Mellinger, os cinco paranaenses, que estão em situação legal no país, exibiram a cópia de um boletim de ocorrência feito pela equipe de uma ambulância chamada ao local pela própria polícia.

- O boletim fala em escoriações e em hematomas, e os rapazes contaram que foram tratados com uma truculência que lembra muito mais os desmandos da polícia brasileira. É um absurdo que a Scotland Yard não tenha aprendido nada com o caso Jean Charles - afirmou Mellinger, numa referência à desastrada operação policial em que, em 2005, o eletricista mineiro foi executado num trem do metrô de Londres ao ser confundido com um suspeito de terrorismo.

O incidente do último dia 18 pode ter sido algo do gênero: segundo os paranaenses, que viajavam num Golf preto depois de participar de um culto numa congregação evangélica em Willesden, no norte de Londres (faziam parte da banda da igreja), pelo menos oito viaturas policiais se juntaram à cena após o carro ter sido fechado por um veículo da polícia em Brixton, região do sul de Londres que, nos últimos anos, tem sido palco de problemas com gangues e tráfico de drogas.

A Scotland Yard se recusou a comentar o caso, afirmando que só vai se pronunciar após a análise da IPCC. Nos últimos anos, a força tem sido alvo de críticas e de sindicâncias relacionadas a casos de abuso de poder. Porém, a morte de Jean Charles resultou apenas numa multa para a corporação.

Fonte: O Globo online







OMG News: Site da Marcha confirma Smith e traz novidades

Por Ricardo Carvalho

No ar desde ontem (28), o novo site da Marcha Para Jesus confirma as expectativas da participação do cantor Michael W. Smith. Além da atração internacional, o site também divulga as presenças de Renascer Praise, Marcelo Aguiar, Lázaro, André Valadão, Banda do PA, Davi Sacer, Soraya Moraes, FLG, DJ Alpiste, Katsbarnea, Toque no Altar, Apocalipse 16, Priscilla Alcântara e Comunhão Plena.

Mas, as novidades não ficam apenas na seção de "Bandas". Na seção "Promoções", traz 4 formas de você ser premiado.

Outro detalhe do novo site, é a área de chamadas em vídeos. Atualmente, você pode assistir o convite para ir a Marcha feito pelos cantores Salgadinho e Sandra de Sá, o deputado federal Rodrigo Rollenberg e a palestrante Sandra Schamas.

Veja mais detalhes no www.marchaparajesus.com.br.


Fonte: GOSPEL VISION - www.gospelvision.com.br

OMG News: Trazendo a Arca e Luiz Arcanjo são Graça Music


O grupo que deu origem ao que hoje conhecemos por Trazendo a Arca surgiu em 2002, na cidade de Nova Iguaçu, Baixada Fluminense (RJ), quando jovens amigos, membros de uma mesma denominação, resolveram unir seus talentos e chamado para montar um ministério, vivendo em tempo integral para este projeto.



Um ano depois, com várias composições prontas e impelidos pelo Senhor, aqueles jovens sonhadores decidiram seguir a orientação de Deus e gravaram o primeiro CD, chamado "Toque no Altar". A repercussão do álbum foi imediata: mais de meio milhão de cópias vendidas! O nome do CD acabou por ser um referencial ao grupo, que passou a ser conhecido, então, por Toque no Altar.



Logo depois deste disco, o grupo lançou "Restituição", um dos álbuns mais conhecidos do Ministério, feito com foco em uma campanha evangelística. Surpreendentemente, o disco superou o anterior em aceitação do público e da crítica, além de bater a vendagem, mesmo sem nenhum suporte de mídia e/ou divulgação.



Em 2005, após dois anos do último lançamento, o então Toque no Altar lançou o CD "Deus de Promessas". Com forte apelo congregacional, este álbum, definitivamente, consagrou o grupo, tornando-o um dos mais importantes no cenário musical evangélico. Prova disso foram os inúmeros prêmios que receberam (vide informação abaixo).



Quase um ano depois, o "Toque" gravou mais um álbum: "Olha pra mim", que fechou um ciclo na vida dos músicos.



No começo de 2007, uma parte dos integrantes do "Toque" se desligou do grupo, formando o Trazendo a Arca. O CD de estréia com o novo nome causou, à época, enorme expectativa no mercado, justamente por marcar uma nova fase para todos os integrantes. "Marca da Promessa" trazia à frente do grupo, então, Davi e Verônica Sacer (hoje, ex-integrantes), Luiz Arcanjo, Ronald Fonseca, André Mattos, Deco Rodrigues e Isaac Ramos.



O álbum foi um divisor de águas para o ministério e uma confirmação individual do chamado de cada um. Por conta da vendagem expressiva, o grupo chegou a participar de programas seculares, recebendo Disco de Ouro pelo álbum, que rapidamente passou a marca de meio milhão de cópias. Dois anos depois, em maio de 2008, num passo de ousadia, o Trazendo a Arca levou para o Maracanãzinho o maior culto gospel que já se viu na história deste complexo esportivo. Com uma mega-estrutura de som, luz e iluminação, e efeitos especiais inéditos no segmento evangélico, mais de 18 mil pessoas adoraram e louvaram o nome do Senhor naquele dia. Esse encontro acabou gerando um DVD e dois CDs: Maracanãzinho ao vivo e Trazendo a Arca volumes 1 e 2.



Além da parte ministerial, a organização do evento preocupou-se também com o lado social: a entrada para a grande celebração era 1kg de alimento não-perecível. Em apenas cinco dias, todos os ingressos se esgotaram. Hoje, o Trazendo a Arca é um dos grandes ícones da música gospel, conhecido nacional e internacionalmente. Além dos discos citados, o grupo lançou também "Trazendo a Arca no Japão", gravado em 2007 naquele país; "Pra Tocar no Manto", lançado em julho do ano passado, e o mais recente "Salmos e Cânticos Espirituais". Com a Graça, o "namoro" foi bem rápido: bastaram dois encontros. E, a partir de agora, eles integram o cast da gravadora.



A gravadora irá distribuir os CDs do Trazendo a Arca e os títulos anteriores, cuja marca é Toque no Altar. Para este ano, já está previsto o lançamento de um novo álbum, na ExpoCristã2010, a maior feira de produtos cristão da América Latina. “Estamos muito felizes com essa parceria, que nos trouxe muita paz. Cremos que será bênção para todos nós”, disse Luiz Arcanjo, vocalista e líder do grupo.







Luiz Arcanjo



Também foi divulgado pelo Twitter da gravadora que, o trabalho solo de Luiz Arcanjo, também será distribuído pela Graça Music:



"Turma, é com grande alegria que informo a vocês que os novos contratados são...."



"Trazendo a Arca e Luiz Arcanjo (solo)"



Fonte: Graça Music


quinta-feira, 29 de abril de 2010

OMG News: Convenção das Assembleias de Deus lança cartão de crédito para fiéis

A Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil (CGADB), presidida pelo pastor José Wellington e seu vice, o pastor Silas Malafaia, lançou no feriado de 21 de abril, durante um culto na Igreja Sede de Taguatinga (DF), o cartão de crédito 'missionário', destinado aos membros das igrejas Assembléia de Deus.

Em parceria com a Shalon Card, o cartão poderá ser utilizado em estabelecimentos comerciais do mundo inteiro e permitirá saques em caixas eletrônicos 24 horas. Parte do valor arrecadado pelo pagamento da anuidade do cartão será convertido para a igreja sede.

Este não é o primeiro cartão de crédito destinado aos membros da Assembléia de Deus. Em fevereiro foi lançado o Cartão CGADB Gold, em comemoração ao centenário da igreja. O cartão, também desenvolvido pela Shalon Card, tem a bandeira Mastercard e é aceito em mais de 28 estabelecimentos comerciais.

A cada U$ 1 gasto, o usuário acumula pontos para troca no programa de fidelidade. Os pontos poderão ser resgatados em produtos nas Lojas Americanas.com, Editoras Globo e milhas de viagem da empresa de transporte aéreo, TAM.

A anuidade do cartão é de R$ 45,00 e o custo de um adicional é de R$ 22,50, com taxas de juros de 8,9% ao mês. Será repassado 35% do valor da anuidade para a Convenção Geral e as Convenções Regionais utilizarem nas obras sociais de Igreja. O cartão também permite a realização de empréstimos, como juros de 4,5% ao mês, mas ele é destinado apenas para pastores e líderes da Assembléia.

Cartão de Crédito da Igreja da Graça

Em junho de 2009 houve um intenso protesto em blogs de pessoas atéias contra o cartão de crédito da Igreja da Graça, de R. R. Soares. O cartão, que tem a bandeira Visa, além de permitir o pagamento das contas em até 40 dias, a realização de parcelamento e saques, parte do valor da anuidade é destinada à manutenção da igreja e obras sociais.

Fonte: Creio



OMG News : Representantes de igrejas defendem projeto que regulamenta liberdade religiosa

Representantes das igrejas católica, evangélica e espírita defenderam nesta quarta-feira (28), durante reunião realizada pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), a aprovação do projeto de lei que regulamenta e assegura o livre exercício da crença e dos cultos religiosos em todo país, já previstos na Constituição.

De autoria do deputado George Hilton (PRB-MG), o projeto (PLC 160/09), em tramitação no colegiado, protege os locais de cultos, as liturgias e a inviolabilidade de crença. Sobre a questão do ensino religioso nas escolas, a proposta define que a matrícula é facultativa, assegurado o respeito à diversidade religiosa.

O projeto reconhece o direito ao registro das religiões como personalidades jurídicas, as quais, quando voltadas para a assistência social, deverão usufruir também de todos os direitos, isenções, imunidades e demais benefícios concedidos a entidades nacionais de natureza semelhante. O projeto tem parecer favorável do relator na CE, senador Inácio Arruda (PCdoB-CE).

Sem privilégios

O representante da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Jesus Sanches, destacou que o projeto promove o livre exercício da crença e dos cultos religiosos, além de reconhecer a personalidade jurídica das igrejas. Segundo ele, a proposta defende o pluralismo religioso e não privilegia nenhuma crença. Por isso, pediu aos senadores a aprovação da proposta.

O religioso lembrou acordo entre o Brasil e a Santa Sé, assinado em 2008 e já referendado pelo Congresso, relativo ao estatuto jurídico da Igreja Católica no país. Conforme o autor do PLC 160/09, deputado George Hilton (PRB-MG), o acordo firmado com o Vaticano motivou a apresentação da proposta, que se apóia no princípio constitucional de igualdade religiosa.

Presente ao debate, o presidente da Federação Espírita Brasileira, Nestor Masotti, disse ser o projeto um esforço no sentido de pluralizar e garantir o culto de todas as religiões em solo brasileiro. No entender dele, a proposta, se aprovada, irá contribuir para o fortalecimento da solidariedade humana. O projeto concede liberdade para assistência espiritual dos fiéis internados em hospitais, casas de correção e presídios.

A vice-presidente da Associação Brasileira de Liberdade Religiosa e Cidadania, Maria Cláudia Pinheiro, defendeu que judeus, muçulmanos e ateus também participem dos debates sobre a proposta. O senador Flávio Arns (PSDB-PR), que presidiu a reunião, informou que esses segmentos também serão convidados a opinar.

Maria Cláudia deixou disse que a liberdade religiosa "também compreende a liberdade de não crer ou duvidar". Ela defendeu ainda a interferência mínima do Estado no conteúdo das doutrinas religiosas a serem ministradas nas escolas.

Também apoiaram a aprovação do projeto o representante da Igreja Universal do Reino de Deus, bispo Carlos de Oliveira, e o pastor Carlos Augusto, da Igreja Luterana, para quem o projeto premia décadas de reflexão sobre o assunto.

Fonte: Agência Senado



OMG News : CNBB e pastor criticam adoção de crianças por gays

Entidade se diz contra decisão do STJ que garante direito a homossexuais; "nem sempre o que é legal é moral e ético", afirma. Pastor evangélico tem posição semelhante à da Igreja Católica; para Federação Espírita Brasileira, o mais importante é o amor.

A adoção por casais gays, direito reconhecido em decisão inédita anteontem pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), tira da criança a possibilidade de crescer em um ambiente familiar formado por pai e mãe, afirma o padre Luiz Antônio Bento, assessor da comissão para vida e família da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil).

Nem sempre o que é legal é moral e ético, afirma ele. "Cremos que a questão da adoção por casais homossexuais fere o direito da criança de crescer nessa referência familiar."

Para padre Bento, as crianças têm o direito de conviver com as figuras masculina e feminina no papel de pais.

A decisão do STJ tratou do caso específico de duas mulheres de Bagé (RS) e pode influenciar processos futuros. O caso será analisado pelo Supremo Tribunal Federal.

O pastor Paulo Freire, presidente do conselho de doutrina da igreja evangélica Assembleia de Deus, tem posição semelhante a do padre Bento.

"A criança precisa da figura do pai e da mãe para entender a vida", afirmou.

Para Freire, a instituição não é contra homossexuais. "Somos contra o casamento deles." Continua e diz que a existência de dois pais ou duas mães confunde a criança sobre as figuras tradicionais da paternidade.

"Se a criança não tem um pai e vive só com a mãe, sabe, mesmo assim, o que é a figura do pai. O casal homossexual que adota, foge disso", diz o pastor.

A FEB (Federação Espírita Brasileira) discorda de que a adoção por um casal gay pode ter efeitos negativos sobre a criança. "O mais importante em termos de educação e família é o amor. Com ele, não se entra na questão da sexualidade", disse Geraldo Campetti, diretor-executivo da FEB.

Para Campetti, o importante é a preservação da família e a formação do caráter. "O maior problema das uniões é a promiscuidade, tanto em relações entre homem e mulher quanto em relações entre pessoas do mesmo sexo."

Para Toni Reis, presidente da ABGLT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), as críticas à decisão do STJ incitam o preconceito. "Casais de homem e mulher com filhos representam hoje 50% das famílias. Filhos criados com avó, pais e mães solteiros... todos, então, têm problemas?", critica.

Para STJ não há inconveniências para criança

Na decisão que reconheceu o direito de casais gays de adotar filhos, os ministros do Superior Tribunal concluíram que essa é o melhor a ser feito pelas crianças. Relator do caso, Luís Felipe Salomão citou em seu voto uma série de estudos que indicam não haver "qualquer inconveniência no fato de crianças serem adotadas por casais homossexuais". No caso de Bagé, um laudo da assistência social recomendou a adoção, assim como o parecer do Ministério Público Federal.

Fonte: Folha de São Paulo



OMG News : Polícia vai investigar legalidade de igreja em Niterói fundada por pastor preso

A Polícia Civil vai investigar a legalidade da Igreja Pentecostal Amigos de Cristo, em Niterói, fundada pelo pastor foragido da Justiça Antonio Luiz Fontes, de 48 anos, preso na noite de terça-feira.

Com quatro condenações por estelionato e roubo, além processos em andamento pelos crimes de homicídio e receptação no interior do estado, Antonio confessou ainda, na polícia, ser comprador de carros "salvados" - veículos que sofreram perda total e, depois de recuperados, foram vendidos a terceiros.

Segundo o titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis (DRFA), Márcio Mendonça, a segunda parte da investigação será focada no destino do dinheiro que Antonio arrecadava dos fiéis.

- Se ficar comprovada a ilegalidade da abertura da igreja ou que o dinheiro era usado para benefício próprio, ele passará a responder por mais um crime: estelionato - disse o delegado.

Após três meses de investigação, os policiais se posionaram em frente à igreja, no bairro do Fonseca, para prender o pastor. Muitos fiés estavam na porta e aguardavam pelas pregações de Antonio, que, ao chegar, recebeu voz de prisão.

- Como é uma pessoa criminosa, ficamos preocupados com a possibilidade de o pastor estar armado e fazer um membro da igreja refém. Optamos em prendê-lo antes. Fomos rápidos e não houve tumulto entre os fiés - contou o delegado.

Fonte: O Globo online



quarta-feira, 28 de abril de 2010

OMG News: Marina Silva mostra jogo de cintura ao participar do 'CQC'

A senadora evangélica e pré-candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva (AC), mostrou jogo de cintura segunda-feira ao participar do quadro "O Povo Quer Saber", do programa humorístico "CQC", na Rede Bandeirantes, em que respondeu a perguntas, algumas constrangedoras, de telespectadores.

Em pouco mais de três minutos, Marina foi alvejada por questões como qual o homem mais sexy da política brasileira, se daria um "amasso" no cantor e compositor Roberto Carlos e, no momento mais embaraçoso, teve de responder a um rapaz se ela era "mais do tipo Selva Amazônica, floresta desmatada ou Serra Pelada". Rindo, Marina respondeu de pronto: "Temos de ser o meio ambiente por inteiro."

Geralmente com semblante sério nas entrevistas, a pré-candidata do PV a presidente pareceu bem-humorada e saiu pela tangente na maioria das respostas, como quando respondeu sobre os "amassos" no "Rei". "Já tenho um rei no meu coração." Ela não citou o político mais sexy, mas mostrou apreço pelo deputado Ciro Gomes (PSB-CE). "Acho o Ciro Gomes simpático."

Marina ainda foi questionada pela suposta falta de vaidade. "Por que a senhora não coloca um batom e solta o cabelo? Até a (Luiza) Erundina (deputada do PSB de São Paulo) já fez isso", pergunta uma mulher. A pré-candidata do PV disse ser alérgica a maquiagem e citou o cantor e compositor baiano Dorival Caymmi. "Ele me convenceu que sou bonita com o que Deus me deu."

Na parte mais "séria", os telespectadores tocaram em assuntos mais delicados. Evangélica, Marina disse ser contra o aborto, mas defende um plebiscito no País sobre o assunto. Respondeu também ser favorável às pesquisas com células-tronco, mas apenas de adultos, não de embriões. "Como reagiria se tivesse um filho gay?", pergunta um rapaz. "Amaria e respeitaria", disse, em resposta. Questionada se, caso eleita, convidaria para algum ministério o bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus (Iurd), a pré-candidata disse: "Cada um no seu quadrado. Não vamos confundir as coisas."

Fonte: Estadão



OMG News: Justiça condena faculdade evangélica de teologia a ressarcir alunos

A Justiça Federal condenou a Faculdade de Teologia Evangélica da Igreja de Deus (Fated), mantida pela Igreja de Deus no Brasil, em Goiás, a ressarcir os alunos que estudaram em um falso curso superior de teologia.

Segundo o Ministério Público Federal, a faculdade anunciava cursos de "bacharelado em teologia" e "mestrado em ministério", mas nunca possuiu autorização do Ministério da Educação para isso. O órgão federal diz que desde 1995 tenta fazer a faculdade mudar a denominação de seus cursos, que deveriam ser apresentados apenas como "cursos livres" ou "seminários religiosos".

De acordo com a sentença, todos os alunos que estudaram na faculdade e comprovarem que não sabiam que o curso ministrado não era de nível superior deverão receber o dobro do valor pago. A faculdade e a igreja também vão ter que pagar R$ 10 mil referentes a despesas com o processo.

Para o Ministério Público, o fato de o estabelecimento se autodenominar "faculdade" pode ser considerado uma propaganda enganosa. Também questiona o procedimento da empresa de publicar anúncios de "vestibular".

A defesa da igreja diz que mudou em 2009, quando soube do processo, o nome da faculdade e dos cursos e que nenhum aluno foi "ludibriado" com isso. Afirma ainda que não tomou conhecimento da sentença, mas que pretende recorrer. A decisão judicial foi assinada na semana passada.

Segundo a defesa, a intenção dos organizadores era apenas formar líderes dentro da própria igreja. A mensalidade, afirma, custa hoje por volta de R$ 200. A duração pode chegar a até seis anos. O nome do estabelecimento, agora, é "Seminário Evangélico".

A Igreja de Deus, de orientação cristã evangélica, foi fundada nos Estados Unidos no século 19.

Fonte: Folha Online



OMG News: Guitarrista do NX Zero afirma se inspirar em banda gospel

Gee Rocha, guitarrista de uma das bandas seculares de maior sucesso no Brasil, afirmou que ouve e se inspira em Hillsong United. A revelação foi feita em um dos momentos em que a banda estava com os olhos Durante o lançamento, Gee falou sobre a produção do disco e o futuro da banda.

Apesar de ninguém da banda falar em qualquer momento sobre fé ou se são evangélicos, Gee admitiu que as músicas "Mais Além" e "Espero Minha Vez" são inspiradas em canções do Hillsong United.

A declaração surpreendeu a muitos – principalmente por partir do guitarrista de uma banda secular.

Fonte: gospel+



terça-feira, 27 de abril de 2010

OMG News: A última moda da Universal é fazer sacrifício no altar com direito a sangue e tudo!
























Segundo o site www.genizahvirtual.com, a igreja Universal esta trazendo fogo estranho e invertendo os valores que estão na biblia. Leia abaixo parte da materia.

O que vocês vão ver agora causa profunda revolta. Principalmente, por ocorrer num local onde há o nome de nosso Senhor e Salvador na porta. Eu não consegui terminar de escrever este texto sem chorar.

A simbologia por trás deste ritual é uma mistureba completa. Faz uma simulação de passagem nos átrios do templo, da via crucis – ou via dolorosa -, passa por idolatria despropositada de água e óleos e culmina na mais descabida heresia da simulação de um sacrifício em um altar (na verdade, uma coluna para sacrifício, como a de Jacó) com direito a sangue falso e tudo.

Qualquer pessoa que tenha entendimento o bastante para ter aceitado Jesus Cristo como seu Salvador, há de ter compreendido ao confessá-Lo como Senhor que:

Cristo, o nosso Sumo Sacerdote, é "santo, inculpável, sem mácula, separado dos pecadores. Que não tem necessidade, como os sumos sacerdotes, de oferecer todos os dias sacrifícios, primeiro, por seus próprios pecados, depois, pelos do povo; porque fez isto uma vez por todas, quando a si mesmo se ofereceu" (Hebreus 7:26-27). Cristo, por meio de seu sangue, entrou no lugar santo do céu, tendo obtido para nós a redenção eterna e agora apresenta-se a nosso favor diante da face de Deus (Hebreus 9:12, 24). O resultado da expiação é nossa redenção, pelo seu sangue, a remissão dos pecados" (Efésios 1:7). Na verdade, ele "nos ama, e, pelo seu sangue, nos libertou dos nossos pecados" (Apocalipse 1:5). Onde há remissão de pecados, "já não há oferta pelo pecado" (Hebreus 10:18), porque Cristo é a propiciação pelos nossos pecados, o meio pelo qual Deus se reconcilia ao homem pecador (1 João 2:2).

Veja o restante no site

OMG News: Davi e Verônica Sacer voltam ao Min. Apascentar

A noite do último domingo dia 25, foi de reconciliação em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, pois na noite de ontem o bom filho a casa tornou, e o filho em questão é o ministro de louvor Davi Sacer, que juntamente com sua esposa Verônica Sacer, retornaram a boa casa, conhecida pelo nome Ministério Apascentar presidida pelo Pr. Marcus Gregório.

Desde dezembro, quando o Pr. Marcus Gregório, e os integrantes do grupo Trazendo a Arca entraram em acordo e todas as pendências judiciais foram anuladas, o ministro Davi frequentava a igreja em companhia de sua esposa. Dias atrás eles tinham rompido com o Ministério Trazendo a Arca, como os mesmos postaram em seus twitters, em uma saída pacífica, para seguir em carreiras solos.

Juntado todos estes fatos o Pr. Marcus Gregório anunciou no culto da manhã, que a noite teria uma grande surpresa, e por este motivo a igreja á noite estava lotada, e faltando uns quinze minutos para o fim da reunião, o Pr. Marcus convidou o casal para subir ao altar, e foram recebidos com aplausos por toda a igreja, ao subir cantaram um louvor, e depois pediram perdão à igreja, o Pr. Marcus Gregório que já ministrava á algum tempo sobre perdão, comunicou a todos os presentes a volta do casal a rol de membros do Ministério Apascentar. E todos encerraram o culto cantando o hino “Restitui”, grande sucesso do Toque no Altar na voz do casal.





Fonte: O VERBO - www.overbo.com.br

OMG News: Fernando Cester encerra o evento SOS Rio

Por Ricardo Carvalho

Uma festa pela solidariedade! Só assim poderíamos definir o SOS RIO.

O evento contou com as participações do Ministério de Louvor da Igreja do Nazareno, Ministério Renovo, Maná Praise, Thaís Freire e Rhayle. Todos os ministérios foram responsáveis por momentos tremendos de louvor e adoração.

Também estiveram presentes vários pastores. O Pastor Reginaldo Guerra, pastor da Igreja do Nazareno que sediou o evento, em meio as ministrações, convidava alguns pastores presentes a estarem clamando pelas vítimas do Rio de Janeiro. Pastor Jesus, presidente do Conselho de Pastores de São José do Rio Preto/SP, esteve presente e conduziu uma oração pela entrega do Brasil a Jesus Cristo.

Encerrando essa grande festa, Fernando Cester cantou algumas músicas de seu último CD "Siga Em Frente", as quais levaram os jovens a dançarem na presença de Deus.

Em breve estaremos divulgando o valor arrecadado no evento e enviado a JOCUM/Rio.

Veja as fotos do evento.

Fonte: GOSPEL VISION - www.gospelvision.com.br

OMG News : Barack Obama se encontra com o evangelista Billy Graham

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, visitou o evangelista Billy Graham em sua casa na montanha, na Carolina do Norte, pela primeira vez no último domingo (25). O evangelista deu duas bíblias de presente para o presidente Barack Obama.

Durante a reunião de meia hora, os dois conversaram sobre uma variedade de assuntos durante o café, entre eles: suas esposas, golfe e Chicago, de acordo com o porta-voz de Graham, Larry Ross.

Os dois concluíram a conversa orando um pelo outro, e Graham deu ainda ao Presidente duas Bíblias, uma para ele e outra para a primeira-dama – Michelle Obama.

"Estou satisfeito por ter o presidente Obama em minha casa esta tarde", disse o evangelista, em um comunicado. "Ele pediu um encontro desde que ele foi passar o fim de semana perto de Asheville".

Obama estava querendo encontrar Graham há algum tempo, mas uma agenda movimentada e outras situações atrasaram a reunião até este último domingo.

Os dois tinham planejado se reunir em outubro de 2008, enquanto Obama ainda estava na campanha eleitoral, mas a saúde debilitada de Billy Graham impediu o encontro. Obama falou novamente com evangelista novembro passado, quando ele telefonou para desejar um feliz aniversário para Billy Graham.

Franklin Graham, filho de Billy, também agradeceu ao Presidente por ter dito que ele iria apelar da recente decisão de um juiz federal que declarou o Dia Nacional de Oração como inconstitucional. Graham é o co-presidente honorário do Dia Nacional de Oração.

Barack Obama é o décimo segundo Presidente que Graham conheceu pessoalmente durante o seu ministério.
 
Quem é Billy Graham?

Billy Graham (nome completo: William Franklin Graham Jr) é um pregador batista norte-americano nascido em 7 de Novembro de 1918 em Charlotte, Carolina do Norte. Foi conselheiro espiritual de vários presidentes americanos. Foi ainda o mais proeminente membro da "Convenção Batista Sulista dos EUA".
 
Graham já pregou pessoalmente para mais pessoas do que qualquer pregador da história ao redor do mundo. De acordo com a sua equipe, a partir de 1993, mais de 2,5 milhões de pessoas tinham "Um passo à frente em suas cruzadas para aceitar Jesus Cristo como seu Salvador pessoal". A partir de 2008, a audiência Graham's lifetime, incluindo rádio e televisão, superou 2,2 bilhões.
 
Após graduar em Wheaton, Graham foi co-fundador da Youth for Christ (Mocidade para Cristo) junto com o evangelista Charles Templeton. Ele viajou como evangelista por todo os Estados Unidos e Europa levando os ensinamentos cristãos. Graham planejou uma série de missões em Los Angeles em 1949 e as missões levaram 8 semanas, mais do que o planejado que eram 3 semanas. Ele liderou as missões em Londres que duraram 12 semanas, e uma missão na cidade de Nova York na Madison Square Garden em 1957 que durou 16 semanas.
 
Graham desfrutou de uma reputação privilegiada devido às suas cruzadas serem feitas em lugares onde outros evangelistas consideravam impossível. Durante a Guerra Fria. Ele falava a grandes multidões em países da Europa Oriental e na União Soviética.

Durante o Apartheid, Graham foi constantemente recusado à visitar a África do Sul, até que o governo finalmente permitiu que podessem fazer a cruzada. A primeira cruzada de Graham na África do Sul ocorreu a partir de 1973. Ele usou a cruzada para denunciar o Apartheid ocorrido no mundo.
 
O evangelista foi um dos poucos pregadores que conseguiram falar na Coreia do Norte. Graham se opôs a segregação racial durante os anos 1960 e pagava fiança de Martin Luther King, sempre quando era preso nas cadeias do sul dos Estados Unidos durante a era dos direitos civis nos anos 1960.
 
Fonte: O Galileu



OMG News : Estado do Rio dá a religiosos direito de recusar transfusão


O Estado do Rio de Janeiro vai dar o direito dos fiéis da igreja Testemunhas de Jeová de recusar transfusão de sangue por motivos religiosos. Determinação contraria parecer do Conselho Federal de Medicina, que deve ter sua constitucionalidade discutida pelo STF

A decisão se refere ao caso de uma praticante de 21 anos que foi internada com doença pulmonar grave e se negou a receber o tratamento -o que gerou uma consulta do hospital envolvido à Procuradoria Geral do Estado. O caso ficou em estudo por quatro meses.

Nesta semana, a procuradora-geral, Lucia Lea Guimarães Tavares, responderá que trata-se de "exercício de liberdade religiosa". Segundo o parecer ao qual a Folha de São Paulo teve acesso, esse é "um direito fundamental, emanado da dignidade da pessoa humana, que assegura a todos o direito de fazer suas escolhas existenciais".

"A minha convicção é que a pessoa tem direito a escolher, desde que seja maior e esteja consciente. Não é um tema muito simples: manter a vida de um paciente, mas desrespeitando aquilo em que ele mais acredita", disse a procuradora. A Folha apurou que o governador Sérgio Cabral acatará o parecer, transformando-o numa norma estadual no Rio, com poder de decreto.

A determinação contraria parecer do Conselho Federal de Medicina, que diz: "Se houver iminente perigo de vida, o médico praticará a transfusão de sangue independente do consentimento do paciente ou de seus responsáveis".

A procuradora do Rio vai entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF (Supremo Tribunal Federal) para discutir a constitucionalidade do parecer dos médicos.

Se o precedente aberto no Rio for acatado pelo STF, os cristãos da Testemunhas de Jeová terão amparo legal para a manutenção do que consideram seus direitos.

Divergências

O assunto é tão polêmico que houve, inicialmente, divergência dentro da Procuradoria do Estado do Rio. Diante disso, a procuradora-geral, Lucia Lea, pediu um estudo sobre o tema ao constitucionalista Luis Roberto Barroso.

"A liberdade religiosa é um direito fundamental. Pode o Estado proteger um indivíduo em face de si próprio, para impedir que o exercício de liberdade religiosa lhe cause dano irreversível ou fatal? A indagação não comporta resposta juridicamente simples nem moralmente barata", diz Barroso no estudo.

No fim das 42 páginas, o texto conclui pelo reconhecimento do direito das testemunhas de Jeová, com a seguinte cautela: "A gravidade da recusa de tratamento, sobretudo quando presente o risco de morte ou de grave lesão, exige que o consentimento seja genuíno, o que significa dizer: válido, inequívoco, livre, informado".

Conselho diz que risco de morte é limite

Antes que o caso chegue ao STF, o Conselho Federal de Medicina deve manter a recomendação aos médicos de que respeitem o código de ética.

"O limite da autonomia do paciente e mesmo da legislação passa a ser o risco de morte de alguém que depende de assistência e precisa de cuidados", afirma o presidente do conselho, Roberto Luiz D'Ávila.

Ele se baseia em trecho do código que determina que o consentimento do paciente é necessário, exceto em caso de "risco iminente de morte".

Já houve decisões judiciais para os dois lados. Em 2009, uma decisão de 1ª instância de Belém (PA) assegurou o direito de um fiel da igreja Testemunha de Jeová de se recusar a receber transfusão.



Em outubro de 2006, a Justiça de Pernambuco determinou que uma menina de oito anos, com anemia grave, recebesse transfusão, mesmo após os pais, da mesma religião, recusarem o tratamento.

Não há autonomia pela metade



Embora os médicos tenham exaltado seu novo Código de Ética como uma vitória da autonomia do paciente, trata-se de propaganda enganosa.

Numa redação aliás bastante semelhante à do diploma anterior, o artigo 31 do novo estatuto, que vigora desde o último dia 13, veda ao médico "desrespeitar o direito do paciente ou de seu representante legal de decidir livremente sobre a execução de práticas diagnósticas ou terapêuticas, salvo em caso de iminente risco de morte".

Não é preciso mais do que um nanograma da boa e velha lógica aristotélica para perceber que a inclusão do "salvo em caso iminente de morte" anula tudo o que vem antes.

Não existe meia autonomia. Ou o cidadão tem o direito de decidir soberanamente os tratamentos que acatará, independentemente das consequências, ou não tem. Não dá para limitar a autonomia à retirada de joanetes e outras situações que não ameacem a vida.

Nesse contexto, faz sentido a decisão do Estado do Rio de Janeiro de permitir que membros plenamente capazes da igreja Testemunhas de Jeová recusem transfusões de sangue, como determinam os dogmas dessa religião.

O direito de recusa a tratamentos deriva diretamente da Constituição, tanto do inciso VI do artigo 5º, que assegura a liberdade religiosa, quanto do inciso II, pelo qual ninguém está obrigado a fazer nada que não esteja fixado em lei. E, exceto em raríssimos casos como os de internações psiquiátricas involuntárias, não há leis que obriguem uma pessoa a aceitar terapias que não queira.

De resto, essa discussão chega ao Brasil com pelo menos uma década de atraso. Na maioria das democracias ocidentais, é reconhecido o direito de recusar transfusões. A situação muda no caso de menores. Aí é comum que médicos e hospitais recorram à Justiça para realizar o procedimento à revelia dos pais. O pressuposto é que a adesão religiosa precisa ser fruto de uma decisão livre do indivíduo, não de seus pais.

Fonte: Folha de São Paulo







OMG News : A Igreja chinesa é uma das que crescem mais rapidamente no mundo


Na 13ª posição da Classificação de países por perseguição, a China é o terceiro maior país do mundo e possui a maior população do planeta. A Igreja chinesa é uma das que crescem mais rapidamente no mundo. Hoje, aproximadamente 80 milhões de protestantes e católicos formam a Igreja deste país de 1,3 bilhões de habitantes.
 
Enquanto não há dados quanto ao crescimento das igrejas não-registradas, o número de congregações de igrejas protestantes registradas aumenta entre 500 a 600 mil a cada ano. O número de reuniões dos fieis ultrapassa a marca dos 15 milhões, e eles se reúnem em mais de 50 mil igrejas e outros lugares de culto.

Estima-se que 50 milhões de cristãos chineses ainda esperam por sua primeira Bíblia e, sem a posse de sua própria cópia das Escrituras, muitos são presas fáceis de heresias e falsos ensinamentos. Não falta entusiasmo aos evangelistas, mas a maioria é mal treinada e pouco equipada. Além disso, há conflitos entre os líderes cristãos. Acredita-se que atualmente a pior tentação enfrentada pela Igreja chinesa seja o materialismo, particularmente dentro do contexto da explosão econômica do país.
 
Teoricamente, os cristãos chineses têm direito à liberdade religiosa, mas o espaço para evangelização é limitado. Os cristãos não podem se reunir em templos não-registrados e tampouco evangelizar publicamente.
 
A perseguição ao cristianismo abrange desde multas e confisco de Bíblias até destruição de templos. Evangelistas são detidos, interrogados, aprisionados e torturados. Além da perseguição governamental, as tentativas de evangelizar muçulmanos no extremo noroeste do território chinês têm enfrentado resistência e alguns ataques.
 
Motivos de oração
 
1. Louve a Deus pelo assombroso crescimento da Igreja. Ore para que a perseguição seja atenuada, para que materiais de treinamento sejam desenvolvidos e para que as Bíblias tornem-se cada vez mais acessíveis, impedindo assim o avanço de heresias.



2. Os líderes cristãos chineses sofrem muito pelo evangelho. Ore pelos milhares de evangelistas e pastores chineses que enfrentam noites de insônia, separação de suas famílias, reuniões secretas e risco de prisão a fim de pastorear seus rebanhos. Muitos têm treinamento insuficiente e poucos recursos, mas ainda assim viajam constantemente para compartilhar o que sabem.



3. O crescimento econômico chinês é visto como um grande desafio para a Igreja. Os cristãos chineses julgam que a perseguição é uma bênção. A principal preocupação dos pastores é o efeito que o materialismo decorrente da crescente economia chinesa pode provocar nos cristãos.



4. Muitos pastores têm sido enviados a campos de trabalho. A comida é ruim e o trabalho é muito pesado, porém muitos são capazes de pregar e formar igrejas dentro dos campos. Alguns o fazem de forma tão eficiente que são até confinados na solitária para evitar que preguem o evangelho.



5. A Igreja sofre com a grande falta de unidade. Muitos líderes das igrejas registradas e das não-registradas têm medo e desconfiança entre si. Alguns acusam o Movimento Patriótico das Três Autonomias de traição, enquanto seus líderes acreditam que as igrejas não-registradas estão em pecado por agir contra o governo. Ore para que estas divisões entre os líderes sejam eliminadas e haja reconciliação entre eles.



6. A China sofre com a falta de recursos para a evangelização. Louve a Deus pelas muitas ferramentas de evangelismo que são levadas ao país todos os anos. Materiais impressos e vídeos resultam em inúmeros novos convertidos por cópia distribuída. Ore para que a quantidade de materiais levados ao país aumente.



Fonte: Missão Portas Abertas

OMG News : Negociação tenta preservar canais religiosos na TV por assinatura

O polêmico PL 29/2007, que estabelece novas regras para o setor de TV por assinatura e para a veiculação de conteúdo nacional, deve começar a ser debatido na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados hoje, terça-feira, 27.

A polêmica envolvendo os riscos de que as mudanças implementadas com a política de cotas pressionem os operadores a retirar canais religiosos do line-up parecem ser o maior desafio.

Essa polêmica foi iniciada depois que empresas de TV por assinatura procuraram parlamentares da bancada evangélica sugerindo que, mantida a redação atual do projeto, os canais religiosos seriam retirados da programação.

Isso gerou um movimento na bancada para que os programas religiosos sejam incluídos na classificação de "conteúdo qualificado" para que, assim, tenham sua veiculação garantida.

A interpretação gera controvérsia nos bastidores da negociação e o tema continua dando dor de cabeça aos articuladores da aprovação do PL 29. O próprio relator Eduardo Cunha, que é evangélico, tem tratado o assunto de forma delicada. "Eu preciso ter muito cuidado para que não mexer no mérito do projeto tentando resolver isso", afirmou a esta reportagem. Regimentalmente, a CCJ só pode avaliar os projetos do ponto de vista da legalidade, juridicidade e constitucionalidade, sem direito a mexer no mérito das propostas legislativas.

Um dos possíveis destaques ao texto do PL 29/2007 trata da isonomia que as diferentes tecnologias de TV por assinatura devem obedecer no carregamento dos canais transmitidos em UHF. A discussão foi aberta com argumentos da Sky de que o cumprimento das cotas de programação nacional obrigaria uma reestruturação da grade de programação que poderia causar a eliminação de canais religiosos.

Foi o suficiente para despertar temores em alguns parlamentares, como Robson Rodovalho (PP-DF), líder da igreja evangélica Sara Nossa Terra – que detém um canal. Com isso, costura-se um destaque ao texto que já está na Comissão de Constituição e Justiça para garantir isonomia de tratamento – ou seja, independente da tecnologia utilizada na transmissão, os canais UHF devem ser garantidos na grade. As exceções são aquelas que não comportam mais canais, como TVA e MMDS.

Isso porque a turma do DTH (satélite) sustenta que não estaria obrigada a isso. O relator do PL 29 na Comissão de Ciência e Tecnologia, Paulo Henrique Lustosa (PMDB-CE), discorda. “Entendo que o projeto já prevê essa isonomia. Mas se acharem que é preciso ficar mais explícito, é só garantir isso na CCJ, o que, por ser uma discussão de juridicidade, não implica em discussão de mérito”, avalia Lustosa.

Há uma outra alternativa discutida para preservar os canais religiosos, mas com implicações mais custosas para essas emissoras: excluir exceções previstas no projeto e passar a considerar esses canais como de conteúdo qualificado. Além de implicar o cumprimento de cotas – ou seja, esses canais teriam que investir em documentários e dramaturgia, por exemplo – a questão pode ser considerada de mérito e, por isso, fora do escopo da CCJ.

Fonte: O Galileu



segunda-feira, 26 de abril de 2010

OMG News : Opção religiosa não divide o grupo, afirma Lúcio, capitão da seleção brasileira

Lúcio diz que, como líder da equipe de Dunga, seu papel é mais importante na concentração e nos treinamentos do que dentro de campo. Ele garante que vai conseguir uma forma de "mostrar sua fé" nos gramados, apesar da proibição da Fifa.

NA COPA da África do Sul, o brasiliense Lúcio, 31, será o primeiro zagueiro a disputar três Mundiais como titular da seleção brasileira. Mas, se era coadjuvante em 2002 e 2006, agora ostenta o título de capitão do Brasil e está perto de disputar a final da Copa dos Campeões.

Na semana passada, sua equipe parou o Barcelona de Messi e pode até perder o jogo no Camp Nou, na quarta-feira, para avançar à decisão do interclubes.

Lúcio ainda é um dos principais nomes do movimento evangélico no futebol. Em entrevista à Folha de São Paulo, por telefone, de Milão, o zagueiro refutou qualquer insinuação de que a opção religiosa possa interferir no ambiente do time de Dunga. Ainda disse que ele e os outros jogadores da seleção vão conseguir uma forma de "mostrar sua fé" nos gramados, apesar de a Fifa ter proibido camisetas com mensagens religiosas.

A Inter, só com sul-americanos na defesa, parou o Messi no primeiro jogo das semifinais da Copa dos Campeões. Esse é o segredo para anular o argentino?

Um dos principais fatores, que fala mais alto, é a marcação em conjunto. Na Inter, todo mundo ajudou, o time é compacto. Qualquer atacante encontra dificuldade.

Você vai ser o primeiro zagueiro titular em três Copas seguidas. A que atribui essa longevidade?

A primeira Copa foi a mais difícil. Era novo, não tinha tanta experiência de seleção e Europa. A segunda foi melhor, apesar de não ganharmos.

Você acompanhou o Cafu como capitão em 2002 e 2006. Qual é seu estilo como capitão? É diferente do de Cafu ou se espelha no dele?

O meu estilo é bem particular. Sou tranquilo, humilde, não me preocupo com o status de capitão. Meu papel é passar coisas boas para os outros jogadores no momento certo, dentro de campo, no dia a dia, nos treinos. Tenho que fazer todo mundo se sentir bem, quem joga ou está na reserva. Meu objetivo é manter todo mundo satisfeito, com o pensamento de que é possível ganhar títulos.

Então o papel do capitão é mais importante fora de campo, na concentração?

Eu acredito que sim. O mais importante é o trabalho na concentração, no dia a dia, nos treinamentos. Dentro de campo, você vai jogar como os outros. Você tem os mesmos deveres, precisa se empenhar e se dedicar. É claro que, às vezes, você precisa se impor, alertar os colegas. Mas o principal é o convívio no dia a dia.

Que liberdade o Dunga lhe dá para cobrar os companheiros?

Ele nunca comentou sobre isso, mas no dia a dia a liberdade que temos é total. Da mesma forma que posso tentar alertar alguém, passar uma informação, também dou toda a liberdade para ele fazer o mesmo comigo. O respeito tem de ser de ambas as partes. Nunca vou agredir ninguém.

Quem serão os principais concorrentes do Brasil na Copa

As seleções tradicionais, a Inglaterra, a Espanha. A Itália não está jogando bem, mas é a atual campeã. A Argentina não fez uma boa eliminatória, mas sempre é perigosa.

O time está mais preparado agora do que em 2006?

É difícil dizer isso agora. Mas é claro que mentalmente nossa equipe está tendo uma evolução muito grande. Todo mundo tem o pé no chão.

O Dunga quer privacidade total na Copa. Você é a favor?

A Copa do Mundo é uma competição muito curta. O que você puder fazer para se concentrar é preciso ser feito. Todo mundo vai estar desgastado, porque é final de temporada. É um preço que tem de pagar. Acho correto. É o sonho de todo mundo. Temos que fazer o melhor que pudermos.

Você está de acordo que Weggis [a concentração da seleção antes da Copa de 2006] foi um erro?

Poderia ter sido diferente. Não conseguimos fazer o melhor que poderia ser feito naquele momento. Os treinos pareciam mais um show, com a venda de ingressos. Isso tira o foco do objetivo de todo mundo. Não diria que foi um erro, mas que poderia ter sido bem melhor, isso sim.

A Fifa proibiu camisetas com mensagens religiosas, como as que você tem o hábito de usar. Qual sua opinião sobre isso?

Vou respeitar, até porque a Fifa é a instituição maior do futebol, que tem regras que precisam ser respeitadas. Mas, com certeza, a forma de agir dentro do campo não vai mudar. Vai ter um momento certo para a gente passar nossa mensagem [religiosa].

Acha que existe algum tipo de perseguição religiosa?

Não sei, não tenho certeza absoluta. Talvez possa ser alguma disputa religiosa. Pode ser para prevenir alguma coisa. Mas isso não vai tirar nossa alegria de comemorar e agradecer a Deus da melhor forma possível. Com certeza vai ter outra forma de mostrar a nossa fé.

Esse grupo da seleção tem muitos atletas religiosos. Vocês usam a religião de alguma forma no dia a dia do time?

As conversas na concentração não são voltadas em tudo para a religião. A gente se entrosa bem. Dentro da seleção, o relacionamento é bom, independentemente de ser evangélico. Não existe separação do grupo por religião. Em 2006, pessoas levantaram isso, que o grupo estava rachado entre os evangélicos e os outros. Nunca existiu isso. Gente que não conhecia o grupo começou a falar coisas que não existiam. Só quando há oportunidade, como nos dias de folga, fazemos reuniões dos evangélicos.

Quando parar de jogar, pensa em seguir no futebol ou fazer algum trabalho religioso?

Agora não penso em nada disso. Ainda tenho alguns anos de futebol. Não tenho ideia nítida do futuro.

Já se imaginou, como um zagueiro, sendo o melhor jogador de uma Copa do Mundo?

É difícil. A gente comenta que goleiros, zagueiros são posições que levam desvantagem no geral. Se um zagueiro tira nove bolas e perde uma, seu time perde e você não é bom. Se o atacante erra nove bolas, mas acerta uma e faz um gol, vira o herói. Eu sonho ser o melhor de uma Copa, mas o meu principal objetivo é ajudar a seleção.

O grupo está fechado ou tem lugar para alguém novo?

Eu não tenho como responder a isso. Cabe ao treinador. Mas é claro que faltam poucos dias para a convocação [em 11 de maio]. O Dunga já tem uma base, que está sendo mantida há um bom tempo. Mas é claro que pode haver surpresa.

Já viu o Neymar jogar?

Vi alguns jogos do Santos. É um jovem que está despontando muito bem, assim como a equipe do Santos. Mas, para mim, é difícil dizer alguma coisa sobre ele. É uma decisão do treinador. Existem jogadores que o Dunga já conhece, que ele precisa para uma função específica. Ele tem o motivo da escolha de cada jogador.

Fonte: Folha de São Paulo

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails