terça-feira, 24 de abril de 2012

Rede Record pode pagar até R$ 3 bilhões por Brasileirão



Depois de conquistar os direitos de transmissão dos Jogos Olímpicos de Londres, a Rede Record quer atacar a Globo em mais uma frente do jornalismo esportivo: o campeonato Brasileiro – um dos trunfos da programação da emissora carioca há anos.
Fala-se que a emissora de Edir Macedo pretende pagar até R$ 3 bilhões para conquistar os direitos do Brasileirão a partir de 2016, já que a Globo garantiu a compra da transmissão dos jogos entre 2012 e 2015, em uma polêmica negociação direta com os clubes de futebol, deixando de lado as propostas do Clube dos 13.
Fonte: JB

Evangélicos e católicos oram juntos por vida de cantor sertanejo


Pedro Leonardo

Por Creio

Fãs de diferentes religiões se aglomeram na tarde desta segunda-feira, 23, em frente ao Instituto Ortopédico de Goiânia, onde o cantor Pedro Leonardo está internado após sofrer um acidente de carro na sexta-feira, 20, e uma parada cardíaca na madrugada de hoje.

"Se Deus quiser, ele vai sair dessa. A vontade de Deus é soberana", disse a dona de casa católica Ermelinda Salche, 67 anos, que levou uma água benta para a porta do hospital.

Ao seu lado, rezava uma dona de casa evangélica. "Aqui a igreja não conta, e sim a fé de Deus. Nós queremos é que ele melhore. Para mim, Jesus já o curou", afirmou Marlene Costa, 43 anos.

Jovens também se encontram no local para apoiar a família de Pedro. Beatriz Lopes, 14 anos, aluna do Colégio Militar de Goiânia, foi ao hospital entregar um terço para a família. "Sou fã do Leonardo, mas vim aqui para dar uma força para o filho dele também", explicou.

A estudante de biomedicina Suzanne Paulino, 20 anos e membro do fã-clube da dupla Pedro e Thiago, viajou de Anápolis para Goiânia para acompanhar a vigília dos fãs. "Estamos procurando fazer o que a gente pode nesse momento, que é pedir para Deus ajudá-lo. Acreditamos que nossa corrente vai dar certo e ele vai sair dessa", garantiu.

O local tem uma grande movimentação de carros e curiosos e a expectativa é que o cantor Leonardo chegue para visitar o filho por volta das 16h.

O acidente

Pedro Leonardo, 24 anos, sofreu um grave acidente de carro na manhã de sexta-feira (20) em Minas Gerais, entre as cidades de Araporã e Tupaciguara. O cantor estava sozinho no veículo e foi levado inconsciente para o hospital em Itumbiara, Goiás, onde submeteu-se a uma cirurgia para retirada de baço. Com traumatismo craniano e trauma abdominal, o filho do cantor sertanejo Leonardo foi colocado em coma induzido. No mesmo dia, ele foi transferido para a UTI do Instituto Ortopédico de Goiânia.

Em entrevista coletiva no domingo, 22, a equipe médica do hospital afirmou que a prioridade, por enquanto, é salvar a vida de Pedro, e não é possível prever se ele terá sequelas cerebrais.

Já por volta das 4h a manhã de segunda-feira, 23, o cantor teve uma parada cardíaca de seis minutos e os médicos conseguiram reverter o quadro. Pedro Leonardo continua internado em coma na UTI em estado gravíssimo. O quadro dele é de lesão cerebral (com traumatismo grave e edema), trauma pulmonar - agravado por uma pneumonia -, trauma abdominal e infecção.

Filho do cantor Leonardo e de Maria Aparecida Dantas, Pedro se lançou na carreira de cantor ao lado do primo Thiago, filho de Leandro, em 2002. Seguindo os passos dos pais, eles gravaram o álbum Toque de Mágica, tendo a faixa homônima como a principal música de trabalho da época. No mesmo ano, a dupla aceitou um convite da Globo para participar do projeto Jovens Tardes durante duas temporadas, o que serviu também para aumentar a divulgação do trabalho dos dois. Depois, Pedro começou também a traçar sua carreira como ator. Ele já atuou nos filmes Cine Gibi, Dois Filhos de Francisco e Um Menino Muito Maluquinho. Sua última aparição de destaque foi no reality show da Record, A Fazenda, em 2009. Na vida pessoal, o jovem é pai de Maria Sophia, do relacionamento com a arquiteta Thais Gebelein. A menina é a primeira neta do cantor Leonardo.

Pastor da Renascer vende pulseira para reformar antena da TV Gospel


Casal Ernandes

Por The Christian Post

A Igreja Renascer em Cristo chama a atenção da mídia para mais uma campanha envolvendo arrecadação de dinheiro junto aos fieis. Desta vez, foram colocados à venda pulseiras idênticas às usadas pelo pastor Estevam Hernandes, no valor de mil reais cada.

Ernandes, que se auto intitula como apóstolo, explicou em seus cultos, segundo divulgado pela Folha, que a verba seria para custear a manutenção da antena da TV Gospel, localizada na rua Consolação, São Paulo.

Além da antena, também seriam reformados alguns prédios da Renascer, como acabamento interno e parte elétrica. Para arcar com os custos, a igreja pretende atingir dois milhões em arrecadações com a venda das pulseiras.

A publicação entrou em contato com a assessoria do grupo e esta informou que a “igreja realiza campanhas para a reforma de seus prédios e que as doações são voluntárias e não estão vinculadas à venda”.

A Renascer em Cristo é de dominação apostólica e protestante neopentecostal, sendo a segunda maior desta categoria no Brasil, com mais de 600 templos e 2 milhões de seguidores espalhados pelo país.

Sua fundação ocorreu em 1986 por Estevam Hernandes e Sônia Hernandes. O empreendimento do casal cresceu e hoje a igreja possui uma rede de TV, uma gravadora, rede de rádio, uma editora e uma linha de confecções.

A filiação também possuía oito igrejas nos Estados Unidos, porém, sete foram fechadas em 2007 após a polêmica acusação de falta de clareza nas arrecadações de fundos e suspeita de uso da igreja como fachada para lavagem de dinheiro proveniente do Brasil.

O casal Hernandes chegou a sofrer processo judicial, sendo condenados à prisão domiciliar, mas puderam retornar ao Brasil no mesmo ano.

Hoje, apesar uma igreja fundada nos Estados Unidos permanece em funcionamento, localizada em Deerfield Beach, município vizinho à Miami.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Morre ator que interpretou Judas em peça no interior paulista


Momentos antes do acidente

A Santa Casa de Itapeva (290 km de SP) informou na tarde deste domingo, 22, que o ator Thiago Klimeck, 27, que se enforcou acidentalmente durante a encenação da Paixão de Cristo no último dia 6, morreu às 17h15.

O ator estava internado na UTI em coma profundo e estado gravíssimo desde o acidente. Ele teve hipóxia cerebral grave e prolongada --quando falta oxigênio no cérebro.

O trauma foi causado por conta da asfixia provocada pelo enforcamento.

Segundo a irmã de Thiago, Fabiana Klimeck Bueno, 31, o irmão ensaiava havia seis meses para interpretar o personagem Judas na Paixão de Cristo. "No dia da apresentação, ele ensaiou novamente a cena do enforcamento com a presença do Corpo de Bombeiros, que fez a vistoria do equipamento, um colete e cadeirinha usada por baixo da túnica".

O Corpo de Bombeiros, porém, afirma que não teve participação na encenação ou nos ensaios.

Segundo a Guarda Civil de Itararé (345 km de SP), Thiago se enforcou com um cadarço que estava em sua túnica. Ao pular de uma pedra para simular o enforcamento de Judas, o colete que ele usava subiu e enroscou no cadarço, provocando o enforcamento.

Thiago era solteiro e morava com a família em Itararé. Ele participava da encenação da Paixão de Cristo na praça Coronel Jordão - conhecida como praça da Matriz, no centro da cidade -, quando sofreu o acidente. Ele ficou quatro minutos sem se mexer até que os demais atores percebessem que ele estava inconsciente. Desacordado, o ator foi levado pela Guarda Municipal para a Santa Casa de Itararé, e depois foi transferido para Itapeva.

O acidente está sendo investigado pela Polícia Civil de Itararé, para apurar se houve falha no equipamento.

Na semana passada, o delegado Victor Bacetti disse que aguardava a conclusão de laudos da perícia para prosseguir com as investigações.

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Telefone celular começa a ser usado como cartão de crédito

Uma etiqueta adesiva é a responsável pela comunicação
Uma etiqueta adesiva é a responsável pela comunicação com o banco, que aprova a compra e efetua o pagamento

Os clientes do banco britânico Barclays já não precisam mais procurar por moedas ou notas de dinheiro quando quiserem comprar algo nas lojas, graças a um novo serviço que permite que a pessoa utilize apenas o celular para pagar despesas de até 15 libras (R$ 45).

Os defensores da tecnologia, chamada de PayTag, já defendem que, em cinco anos, não existirá mais pagamentos com cartão de crédito tradicionais e você só precisará sair de casa com o celular em mãos.

A tecnologia é bem simples: uma etiqueta adesiva (três vezes menor do que um cartão de crédito) é colada no celular. Para fazer o pagamento, tudo o que a pessoa precisa fazer é aproximar o celular do produto e o chip acoplado à etiqueta vai se encarregar de ler a mensagem, comunicar ao banco e confirmar a compra. Tudo sem que o usuário precise se quer digitar uma senha.

E para espantar desconfianças, o banco garante que o sistema é extremamente protegido contra fraudes e já está despertando atenção de outros bancos. Um número crescente de varejistas também já estão aceitando a nova forma de pagamento, entre eles o McDonalds e a rede de supermercados Tesco. A empresa prevê que até o final de 2012 o PayTag será aceito em mais de 150 mil estabelecimentos no Reino Unido.

Um sistema semelhante é utilizado no Japão desde 2004 e funciona muito bem. Agora, a expectativa é que uma vez consolidada pelo Reino Unido, essa tecnologia se espalhe para outros países.

De acordo com o diretor executivo da Barclays, David Chan, o celular já virou item de extrema importância e, por isso, o banco pensou em maneiras de usa-lo para facilitar a vida. “Nossa expectativa é de que até 2016, as pessoas possam deixar as carteiras em casa e utilizar o celular como uma espécie de carteira digital”, disse Chan ao Daily Mail.

Fonte: Revista Galileu

Chris Duran posta fotos de seu acidente de carro no Twitter


Chris Duran (Foto) sofreu um acidente de carro neste domingo, dia 15, mas passa bem. O cantor, que também é pastor evangélico, postou fotos da batida, que aconteceu na cidade Posse, em Goiás (onde ele faria um evento), em seu Twitter e mostrou que o estrago foi grande apesar dele não ter tido ferimentos graves.

“Orem por favor, tivemos um acidente agora na estrada. O outro motorista está quase morto. Não aconteceu nada com a gente, só pancadas! Foi muito forte. O senhor acabou de nos livrar! Um milagre MESMO!”, escreveu Duran, ainda no local da batida.

Na manhã do dia seguinte, dia 16, Chris Duran informou, novamente através do Twitter, que todos passavam bem. “Bom dia a tdos! Agradeço vc pelas orações. Estamos bem recuperados do acidente”, escreveu.

O cantor estava com a família no carro preto
Procurado pelo EGO, o cantor enviou um comunicado oficial por meio da assessoria de sua igreja, o Ministério Chris Duran:

“Estava orando no carro após termos almoçado agradecendo a Deus por tudo, quando de repente um homem embriagado dirigindo cruzou a estrada principal onde estávamos e não pudemos evitar a colisão. Acredito plenamente que o anjo que me acompanha me livrou dessa. As minhas orações intercessoras antes da batida foram ouvidas pelo meu Papai do céu.

Ao descer do carro vi um homem ensanguentado jogado na traseira do carro esmagado, quase pela metade. Ele estava inconsciente e quase morto. Eu e meus músicos começamos a orar e clamar por ele e, graças a Deus, ele acordou e foi levado ao hospital.

Acredito que a minha missão na terra está longe de se acabar porque Jesus precisa ser apresentado para milhões de pessoas através das minhas músicas e testemunho. Foi um susto, mas sei também que fui livrado da morte porque há um exército guardando os meus passos!”

Carreira

O cantor Chris Duran fez muito sucesso no final dos anos 1990 cantando músicas pop românticas. Em 1999, ele alcançou grande destaque no Brasil ao ter uma de suas canções como tema do personagem principal da novela “Andando nas Nuvens”, da Globo, vivido por Caio Blat.

Segundo reportagem do site Ego, um acidente que o cantor sofreu no Chile fez com que o francês mudasse sua vida. Ele abandonou, então, o pop e se tornou cantor gospel.

Duran, que foi criado com orientação católica, se converteu, se casou e virou pastor. ”Larguei a carreira no auge e não me arrependo. Sucesso, juventude e beleza são coisas que passam, mas Jesus não. Hoje tenho uma missão muito maior. Deus me falou que minha missão é levar a palavra para o máximo de pessoas”, declarou em entrevista ao Ego, em 2008.

Fonte: Globo e The Christian Post


‘Descobri o sexo há quatro anos’, afirma a cantora Mara Maravilha a jornal

Afastada da TV desde 1995, Mara Maravilha prefere agora ser chamada de Eliamary, seu nome de batismo. A ex-apresentadora infantil do SBT é uma fervorosa cantora evangélica, que chega a fazer 15 apresentações por mês dentro e fora do Brasil em eventos, igrejas e encontros religiosos. Tem também quatro DVDs no mercado e garante que hoje ganha bem mais dinheiro do que no auge de seu estrelato.

Durante a entrevista de uma hora e meia que deu ao iG em seu belo apartamento na Ilha Porchat, no litoral paulista, consultou a Bíblia a todo momento e referiu-se a Deus e Jesus 206 vezes. Mas, como toda baiana, continua com aquele lado despachado e não deixa de falar sobre sexo ou o já superado vício em moderadores de apetite.

Assim, polêmica, acredita ainda que “mulher tem que ser submissa”, que “mesmo sendo uma pessoa sex appeal” só descobriu o sexo há quatro anos e que fica “pensando em ser uma boa mãe e não esquecer a filha no chuveiro”.

Aos 44 anos, Mara ainda não é mãe. Dividida entre São Paulo e São Vicente, onde seu atual marido, o dentista Alexandre Vigna, tem consultório, sonha com a chegada de uma filha. E até já usa um pingente com a letra “V” no pescoço: “Estou crendo que a Vitória um dia vai chegar”.

Sem a franjinha que virou marca registrada no canal de Silvio Santos, a quem tem profundo amor, Mara relembra nesta entrevista a rivalidade com Xuxa e Angélica , o ensaio para a "Playboy", um de seus grandes arrependimentos, e não descarta voltar aos holofotes: “Eu penso em um programa de entrevista como o do Jô Soares”.

Mara, como é sua vida hoje?

Mara Maravilha: Todos os dias quando acordo, eu oro. É como escovar os dentes, não tem como não fazer. E procuro ter mais qualidade de vida. Como tenho quatro hérnias de disco, estou me policiando para ter uma atividade física. Me tornei uma pessoa saudável, dez horas da noite já estou dormindo. Sou simples, mas com uma personalidade forte e servidora de Deus.

Você se casou novamente (com o dentista Alexander Vigna) há quatro anos. Como é a relação de vocês?

Mara Maravilha: Fui muito abençoada e estou tendo uma segunda chance de ser feliz (Mara foi casada durante nove anos com seu ex-assistente de palco, Paulo Lima). Se eu não tivesse mudado nesses quatro anos, eu ia cometer os mesmos erros, como eu pensar que era submissa e não era. Vou fazer uma revelação bombástica para vocês: mesmo sendo uma pessoa sex appeal na mídia, eu só descobri o sexo mesmo há quatro anos.

E como é o sexo hoje entre vocês?

Mara Maravilha: Faço sexo todo dia há quatro anos.

Você acha que a mulher tem que ser submissa ao homem?

Mara Maravilha: Eu creio que sim! Eu estou aprendendo a ser mais submissa ao meu marido. O homem é “o cabeça”, quem tem que decidir, porque a submissão não é uma escravidão e, sim, um conforto. Não acho errado a mulher querer ter a sua independência financeira, mas tem que ser submissa.

Quando você é submissa?

Mara Maravilha: Nas pequenas coisas, tipo: se estou com vontade de comer uma coisa, mas meu marido quer outra, tudo bem. Isso não quer dizer que você não tenha os seus direitos, então eu acho, sim, que a mulher tem que ser bem tradada, porque ela é um vaso frágil. O homem tem que fazer a mulher sentir prazer em ser submissa.

E ciumenta, você é?

Mara Maravilha: Eu não, mas meu marido é bastante, viu? Ele tem uma personalidade muito forte. O legal é que ele se encantou por mim como mulher. Ele não era meu fã. Ele se apaixonou pela Eliamary (nome de batismo da cantora) e não pela Mara Maravilha.

Quem é a Mara Maravilha e quem é a Eliamary?

Mara Maravilha: A Mara Maravilha não cabe dentro da Eliamary. A Eliamary é muito mais introspectiva, contida, servidora da palavra de Jesus. Não é que eu sou uma personagem, mas eu não vivo Mara Maravilha 24 horas. A Mara Maravilha muitas vezes quer tomar conta da minha vida, então eu tenho que puxar as rédeas dela.

Você pensa em ter filhos?

Mara Maravilha: Vejo uma criança e quero. Deus vai colocar um filho no meu caminho ainda. Sou a favor de adoção, mas tudo tem que ser acordado com meu marido.

Você já passou por um aborto, há 20 anos, certo?

Mara Maravilha: Eu passei por muitos momentos de conflito. Sofri o aborto e tenho certeza que Deus não está me castigando agora. Eu sou contra o aborto. Deus falou para mim: ‘por que você não para de pensar em ter e não começa a crer em ter?’. Então eu estou crendo que a Vitória um dia vai chegar. Hoje eu fico pensando em ser uma boa mãe e não esquecer ela no chuveiro.

Esse V, no seu pingente, é de Vitória?

Mara Marvilha: É, da minha filha que eu estou esperando chegar.

Você deu entrevista em que falou que sempre teve uma relação muito difícil com sua mãe. Por quê?

Mara Maravilha: Minha mãe queria que eu tivesse escolhido o patamar da Mara Maravilha, da Xuxa, da Angélica. Só que Deus me deu o livre arbítrio. Ela queria que eu ainda fosse uma estrela da televisão, mas eu não quero nem ser estrela. Não tenho luz própria. Tenho a consciência de que sou um reflexo da luz do senhor Jesus. Mas sou uma boa filha. Dou todo o provimento que ela precisa e cuido muito dela.

Quais medos você tem ou teve?

Mara Maravilha: O medo na verdade é uma grande mentira. Eu tenho medo, por exemplo, de ficar sozinha, de andar só. Medo de engordar, de não ser aceita. Mas com a ajuda de Deus eu tenho vencido até a dor física.

Arrependimentos?

Mara Maravilha: Vários, entre eles de posar nua, mas atire a primeira pedra quem não tem arrependimentos. Eu fiz pela questão do dinheiro, pela questão da fama que eu tinha. Não por vaidade, pois não me acho bonita, mas também não me acho feia.

O dinheiro valeu a pena?

Mara Maravilha: O dinheiro foi todo embora. Não sobrou nem um troco. Eu não acho que foi muito, não. Pela dor de cabeça que foi, deveria ter sido muito mais.

Depois de posar nua, os homens começaram a te olhar de outra forma?

Mara Maravilha: Não por eu ter posado nua, mas por ser famosa. A fama cria uma imagem nos olhos das pessoas. Ouço muitos fãs dizendo que queriam casar comigo, mas eles não conhecem a Eliamary, não sabem como ela é difícil.

Já quiseram pagar para dormir com você?

Mara Maravilha: (fica em silêncio, pensando) Não, não.

De onde você tira o seu dinheiro hoje?

Mara Maravilha: Sou uma ótima administradora. Faço investimentos em outras áreas, como a construção civil, além da minha carreira musical. Hoje os meus CDs trazem um retorno muito bom. Os meus eventos são muito procurados, tanto aqui no Brasil quanto no exterior. Pra esse ano eu ainda tenho vários projetos, como uma Bíblia e uma série de livros, na qual eu vou falar de temas como depressão, divórcio, medo. Também vou criar um site de autoajuda e abrir outros três escritórios, na Europa, Estados Unidos e África, para divulgar a música evangélica.

Quantas pessoas trabalham contigo hoje?

Mara Maravilha: Diretamente mais ou menos umas 30 pessoas.

Você se considera uma mulher rica?

Mara Maravilha: Não gosto da palavra rica, digo que eu sou uma pessoa muito próspera e abençoada. Vim de uma família muito humilde, de um relacionamento difícil com meu pai, que nunca me sustentou. Então, eu tinha tudo para ser desprovida, mas eu te confesso que sobra. Pra mim, se Deus me dá uma moeda, é meu dever pelo menos dobrar esse dinheiro, senão ele vai tirar de mim e dar para outra pessoa cuidar.

Ganhou muito dinheiro nos anos 1980?

Mara Maravilha: É um mito vocês acharem que eu ganhei muito dinheiro nos anos 1980. Eu não vivo em função do dinheiro. Eu não priorizo o dinheiro.

Então ganha mais dinheiro hoje do que quando estava na televisão?

Mara Maravilha: Sim, muito mais. E amanhã eu quero ter muito mais que hoje.

Você ensaiou uma volta à televisão ao fazer um teste para o papel de professora Helena, no remake de “Carrosel”, no SBT. Ficou frustrada de não ter conseguido? Sentiu-se traída pelo Silvio Santos?

Mara Maravilha: De jeito nenhum! Fui muito bem, não errei nada no teste, não gaguejei, mas eles acabaram optando por outra atriz. Muitas vezes um ‘não’ pode ser o caminho para a vitória. Eu já recebi tantos, e vou receber muitos outros ainda.

Essa tentativa no SBT veio de um desejo de voltar para a televisão?

Mara Maravilha: Acredito que eu sou uma comunicadora. Deus me deu um talento. Penso em um programa de entrevista como o Jô Soares, com toda modéstia.

Hoje em dia, a Xuxa e a Angélica se firmaram no topo da lista das grandes celebridades. Como você se enxergaria se tivesse continuado? Em que patamar estaria?

Mara Maravilha: Você usou a palavra patamar, o que é relativo na vida de cada um. Cheguei num patamar em que tinha me perdido de mim. Eu não sabia mais quem eu era. Eu amo a Xuxa, mas começa a ficar confusa a mistura da personagem Xuxa com a Maria das Graças. Eu não tenho a necessidade de ter um patamar de aparência. Eu não tenho essa ganância.

Você era a queridinha do Silvio Santos?

Mara Maravilha: Sim, eu era, e tenho certeza que até hoje a admiração, o carinho e a atenção que Deus colocou no coração dele a meu respeito continua. Tenho um verdadeiro amor pelo Silvio. Confesso que hoje eu estou apaixonada pela Patrícia Abravanel, mas eu o amo e vou lembrar sempre dele com coisas boas. Ele é um ser iluminado. Eu brinco que domingo é dia de culto e Silvio Santos. Se vocês deixarem, eu vou ficar rasgando seda pra ele aqui a tarde inteira.

Como ele é pessoalmente?

Mara Maravilha: Ele é admirável. É bravo na medida certa. Ele é sério quando tem que ser. Posso dizer que o Silvio é muito generoso, um homem família. Ele tem defeitos como todo mundo, mas eu amo ele.

O que você acha da programação da televisão de hoje?

Mara Maravilha: Acho que a televisão hoje subestima um pouco o público. Gosto de programas inteligentes como o da Marília Gabriela e não gosto quando eu vou a algum lugar em que não sou bem tratada, como no programa da Adriane Galisteu , o “Muito +”, da Band.

O que aconteceu no programa?

Mara Maravilha: Não fui bem tratada por falta de ética deles. Eles falaram que eu fui presa, que eu cheirei cocaína, o que eu nunca fiz. O telespectador não é burro. O que teve de gente que percebeu que estavam falando calúnias e depois veio falar comigo...

Você teve algum vício ou problema com drogas?

Mara Maravilha: Fui viciada em moderador de apetite. Quando a gente tem uma história de fraqueza e a supera, ela se torna o nosso maior trunfo para mostrarmos o quanto somos grandes.

E você se tornou dependente de remédios para emagrecer por um desejo seu de ser magra ou por exigências da televisão?

Mara Maravilha: Um pouco de cada. Mas quando se tem talento, ele acaba se sobressaindo e não importa o resto.

Já fez plástica?

Mara Maravilha: Eu nunca mudei nada no meu corpo, só tirei seios. Enquanto todo mundo quer colocar, eu quero é tirar.

Você fez músicas infantis como “Lobo Mau”, mas mais tarde admitiu ter um teor sexual? Cantaria para sua filha, por exemplo?

Mara Maravilha: Eu vou falar ‘filhinha, mamãe fez tudo isso sim, mas fez também essas aqui de Deus. Ouça essas’.

Fonte: O Dia

Por brechas na lei, justiça fluminense converte união estável homoafetiva em casamento

Por Creio 

Os desembargadores da 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio decidiram - por unanimidade - converter em casamento a união estável de um casal homossexual que vive junto há oito anos. A decisão é inédita no Judiciário fluminense. Eles entraram com o pedido de conversão em outubro do ano passado, mas foi indeferido pelo juízo da Vara de Registros Públicos da Capital.

De acordo com o relator do processo, o desembargador Luiz Felipe Francisco, o ordenamento jurídico não veda expressamente o casamento entre pessoas do mesmo sexo. “Portanto, ao se enxergar uma vedação implícita ao casamento entre pessoas do mesmo sexo, estar-se-ia afrontando princípios consagrados na Constituição da República, quais sejam, os da igualdade, da dignidade da pessoa humana e do pluralismo”.

O desembargador disse ainda que se a Constituição Federal determina que seja facilitada a conversão da união estável em casamento, e se o Supremo Tribunal Federal determinou que não fosse feita qualquer distinção entre uniões hétero e homoafetiva, “não há que se negar aos requerentes a conversão da união estável em casamento, máxime porque consta dos autos a prova de convivência contínua, estável e duradoura”.

Para o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), Toni Reis, esse é o sonho de todas as pessoas que querem se casar, que essa medida adotada pelo Judiciário fluminense seja seguida por outros tribunais do país. “Eu mesmo vivo com um companheiro há 22 anos e esse é um sonho nosso”, disse. “Esperamos que os tribunais do país, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF), também acatem essa medida inédita tomada pela Justiça do Rio”, completou.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Justiça de RR autoriza transexual a trocar nome sem cirurgia de sexo


José ou Jôse

Por G1

A locutora Sandra Gomez dos Santos, 33 anos, está passando uma nova fase em sua vida depois que o juiz Erasmo Hallysson Campos, da 3ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de Roraima, autorizou a mudança do nome em seus documentos, sem a necessidade de cirurgia de mudança de sexo. A decisão foi tomada no dia 3 deste mês. Nesta terça-feira (17), a transexual conseguiu fazer a correção em seu título de eleitor.
Em ano de eleições municipais, Sandra está feliz por poder votar pela primeira vez assinando o nome que ela considera que a identifica em sua essência. "Será a primeira experiência eleitoral verdadeiramente como mulher", disse a locutora.
Com a decisão do juiz em mãos, Sandra foi ao cartório de registros de Boa Vista no mesmo dia e já pediu a emissão de sua nova certidão de nascimento. "O único detalhe ruim desta decisão é que, apesar de ter mudado meu nome do documento, o sexo continua identificado como masculino. Esse é o lado ruim da decisão pela troca do nome sem a necessidade da cirurgia de readequação genital. Continuo como 'masculino' na certidão e no RG."

Sandra disse ainda que o próximo passo é conseguir a emissão do diploma da faculdade. "Quando me formei, pedi para não emitirem o documento porque queria que fosse com o meu nome de mulher. Agora, já fiz o pedido e é só esperar."
A locutora se considera conhecida em Boa Vista por trabalhar em rádio e por militar pelos direitos homossexuais, mas ainda assim não ficou de fora dos problemas com sua identificação. "Tinha vergonha de apresentar meus documentos. Me sentia péssima, pois sempre tinha de me explicar. Essa decisão judicial foi tudo para mim. E olha que quando somos conhecidos as coisas ficam mais fáceis."
O defensor público Natanael Ferreira, que representou Sandra no processo, disse que o caso da locutora apresentava um "descompasso entre o sexo anatômico e o psicológico". Ele afirmou que este é o primeiro caso em que a Justiça do estado decide pela autorização da mudança de nome sem mudança de sexo. "Há outros casos em andamentos no estado e essa decisão vai servir de jurisprudência", disse ele.
Problemas com Call Center
Além de tratar como vitória a emissão de documentos como o nome de Sandra, a locutora disse que vai deixar de viver um dos problemas que considerava o pior de todos. "Call center. Isso era um verdadeiro problema para mim. Minha voz é feminina e todas as tratativas eram tranquilas até a hora de falar meu nome [José]. Depois de alguns desconfortos com isso, passei a dizer que meu nome não era José e sim Jôse. Aí as coisas ficavam mais fáceis."
Cirurgia de mudança de sexo
"O próximo passo é fazer a cirurgia de readequação genital. Aqui em Roraima não conheço lugar onde poderia fazer isso. Esse tipo de procedimento já é feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas é bem possível que eu entre com pedido de tratamento fora de domicílio para eu poder fazer a cirurgia em outro estado."
Quando conseguir fazer a cirurgia, Sandra terá outro "problema". "Vou ter de entrar com processo novamente para, dessa vez, mudar a minha indicação de gênero nos documentos que já tenho com meu nome de mulher", brincou a locutora.

Oscar Filho do CQC é levado à delegacia durante gravação


Oscar Filho (Foto divulgação)

Por The Christian Post

Nesta quarta-feira, 18, a gravação do quadro Proteste Já, do programa CQC, TV Band, terminou na delegacia. O repórter Oscar Filho gravava o quadro acompanhado de sua equipe quando todos foram encaminhados ao 4° Distrito Policial de Itu, cidade do estado de São Paulo.

A informação foi divulgada pelo próprio humorista através do Twitter. "A produção do Proteste Já e eu fomos encaminhados ao 4° DP de Itu. O desfecho você assiste segunda (23) no @cqc", escreveu no microblog. Já o motivo da abordagem não foi revelado.

Oscar Filho também aproveitou a situação para fazer piada. “O delegado disse que eu tenho direito a uma ligação e uma twittada! Agora vou ligar para o disk sexo”, escreveu em outra publicação.

Além de fazer matérias externas, o “pequeno pônei”, como é chamado pelos colegas, tem dividido a bancada do programa com Marcelo Tas, que comanda a atração.

Mauricio Meirelles

O episódio envolvendo Oscar Filho aconteceu pouco depois de outro CQC se envolver em confusão. Na noite dessa segunda-feira, 16, o repórter Mauricio Meirelles quase foi agredido por jornalistas durante a coletiva da secretária americana Hillary Clinton e do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, em Brasília.

Ao entregar uma máscara de Carnaval para Hillary, o repórter do CQC teria atrapalhado fotógrafos e cinegrafistas que registravam o encontro. Isso levou ao desentendimento entre os profissionais e teria motivado a tentativa de agressão.

Os jornalistas também se irritaram com as brincadeiras e piadas que o CQC fez com Hillary Clinton. Já ela parece não ter se incomodado.

Após a confusão, Maurício concedeu uma entrevista contando o que aconteceu durante cobertura do encontro. O resultado da entrevista foi uma “bronca”, que recebeu da diretoria da Band.

A emissora alertou o CQC de que ele não deve dar entrevistas sobre esse tipo de situação, principalmente a veículos que não pertençam ao grupo Bandeirantes.

'AI SE EU TE PEGO' vira trilha sonora em procissão católica na Espanha


Banda toca Michel Teló em procissão
O sucesso de Michel Teló, graças à sua canção 'Ai Se Eu Te Pego' é grande, tanto que o cantor já viajou o mundo fazendo shows em Londres, Portugal, Espanha entre outros países. Mas esse sucesso está entrando, inclusive, no mundo religioso.     

Durante uma procissão religiosa em Múrcia, na Espanha, enquanto alguns integrantes seguravam a imagem de Jesus Cristo, uma banda tocava a canção 'Ai Se Eu Te Pego'. O fato inusitado aconteceu durante a Semana Santa da Páscoa.

O vídeo na internet já foi visto por mais de 1,5 milhão de pessoas no Youtube. Veja o video


MALAFAIA, O REI DOS DOMINGOS


Pastor ganha programa dominical na Band e entra na disputa



Pastor Silas Malafaia ganha cada vez mais espaço. Dono de uma retórica sem igual tem adesão do público, seja por conta de suas ministrações, como também por sua influência e opiniões. E este perfil foi escolhido pela TV Bandeirantes para entrar na disputa da audiência dos domingos. O pastor da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo estreia no dia 06 de maio o programa Fala Malafaia que reunirá debates e opiniões.

Para manter o programa que será semanal das 12h as 13h – por coincidência mesmo horário em que o Troféu Promessas, no qual Silas participou foi exibido -, ele pediu ajuda de 40 mil apoiadores. O contrato é de dois anos  e no mesmo horário disputará atenção com Ana Hickmann na Record e talvez Regina Casé, na Globo.

“Vou falar de tudo: vida social, política. Vai ter debate e interação. Por 90 dias vou experimentar um formato novo e programa novo. O Vitória em Cristo vai continuar.Na nossa vida a gente corre risco. Peço sua oração! Vamos dar a visão dos evangélicos à  sociedade.”


Jogador Richarlyson frequenta cultos na Igreja Batista da Lagoinha


Por Gospel Prime

Morando na capital mineira há um ano e três meses, o volante Richarlyson passou a frequentar a Igreja Batista da Lagoinha e aos poucos tenta se desligar das polêmicas vividas na época que vestia a camisa o São Paulo.
O jogador foi contratado pelo Atlético-MG e nos dias de folgas frequenta os cultos das terças-feiras, geralmente ministrado pelo pastor e cantor André Valadão. “Eu já encontrei ele aqui várias vezes, participamos de cultos na terça-feira de noite. Ele é uma pessoa bem tranquila, está sempre bem, feliz, disposto a ajudar, todos gostam dele”, contou a doméstica Edilene Silva Ribeiro, de 44 anos, para o canal de esportes do UOL.
Edilene também diz que o atleta vai aos cultos sozinhos, mas que já o viu com amigos e amigas. Além das terças, Richarlyson já foi visto pela doméstica durante a 6ª Básica. “Ele é muito devoto”, relata.
Mesmo frequentando semanalmente a igreja o jogador não deixa de participar de festas e ainda frequenta casas noturnas. Além disso, ele é visto com frequência nos shoppings centers em Belo Horizonte, mas sempre evitando polêmicas e a exploração da mídia.

Com informações UOL


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Deputado Marco Feliciano faz campanha para reverter decisão do STF sobre aborto


Marco Feliciano
Por The Christian Post 

O Deputado Federal pastor Marco Feliciano (PSC/SP) lançou uma campanha para reverter a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiu por 8 votos a 2 a possibilidade de aborto em fetos anencéfalos (sem cérebro).

Pela decisão, não pratica o crime de aborto como previsto no Código Penal a mulher que decide pela antecipação do parto em casos de gravidez de feto anencéfalo.

Mas, o deputado pede que os cristãos enviem emails ao presidente da Comissão de Constituição de Justiça e Cidadania, Ricardo Berzoini. As mensagens devem pedir para que seja colocada em votação o Projeto de Emenda Constitucional, a PEC 143/2012 - emenda que Altera dispositivos da Constituição Federal e a PEC 03/2011, que propõe a possibilidade de o Legislativo sustar atos do Judiciário que “exorbitem suas funções”.

Segundo Feliciano, em texto em seu blog, esta seria “a única forma de sustar estas decisões tomadas pelo STF e que provocam tanto desconforto na sociedade brasileira, que se sente lesada”.

Ele diz ainda que os juízes do órgão não representam o pensamento do povo. “Não votamos em Juízes, votamos para o legislativo e o executivo. Quem representa o pensamento do povo não podem ser onze homens/mulheres e sim os deputados, senadores e a presidente”, escreve.

O deputado explica que a mobilização de pessoas contrárias à decisão do STF pode ser realizada de duas formas: com a pressão para colocação das PECs em votação ou com a intervenção junto aos deputados da Comissão de Constituição de Justiça e Cidadania (CCJC) para que votem a favor da aprovação das emendas.

Segundo o parlamentar, a aprovação do aborto de anencéfalos pode ser a “porta de entrada” para o aborto de fetos que portem outros tipos de doenças.

“Hoje abortam o anencéfalo, amanhã ao constatar uma anomalia a mãe pode não querer que o bebê nasça e invoque a decisão do STF, e quem sabe o que virá?”, pergunta o líder religioso.

Na manhã desta terça-feira, 17, o líder político e pastor postou em seu Twitter: “Hoje começo um processo de tentativa de reversão do caso do aborto dos anencéfalos. Rogo intercessão!”

Também o presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado João Campos (PSDB-GO), argumentou que a Constituição Federal garante que o direito à vida é inviolável desde a concepção.

“Vamos apresentar uma PEC que altera o artigo quinto da Constituição, incluindo as palavras ‘desde a concepção’ na frase que determina que o direito a vida é inviolável”. Campos também irá solicitar a Ricardo Berzoini que priorize a votação das PECs.

“Se o Supremo decidir mesmo permitir o aborto em caso de anencefalia, estará legislando. A lei só prevê o aborto em duas situações: em caso de estupro e quando a gestante corre o risco de morrer. Se permitir em casos de anencefalia, estará inventando uma lei”, disse ao jornal O Globo.

Nova Tradução em Inglês da Bíblia Omite 'Jesus Cristo', 'Anjo'


Por The Christian Post 
Tradutor Amanda Gigliotti

A nova tradução da Bíblia para o Inglês não contém o nome de "Jesus Cristo" nem a palavra "anjo". Ele também prefere a palavra "emissário" do que "apóstolo"

The Voice (A voz), uma Bíblia que substitui "Jesus Cristo", com termos como "Jesus, o Ungido", teve sua edição completa lançada pela Editora Thomas Nelson, no mês passado.

Frank Couch, editor principal do projeto da Thomas Nelson, disse ao The Christian Post que o propósito de A Voz era fazer com que a mensagem do Evangelho fosse mais fácil de entender para as audiências modernas.

"A voz não alegou ser mais precisa do que qualquer outra tradução, mas sim é mais facilmente compreendida do que qualquer outra tradução", disse Couch.

"Quando tradutores estão limitando-se a transmitir a essência completa de uma palavra do hebraico ou o grego, com uma palavra em Inglês eles têm dificuldade em trazer as nuances realizadas na língua original."

Porque outras traduções tem renderizações mais literais, Couch acredita que eles são "por que foi necessário para comentaristas e pregadores passarem tanto tempo explicando o que as palavras na língua original significam antes do leitor leigo poder compreender plenamente um texto da Escritura."

Curta-nos no Facebook 

"Porque nós temos uma técnica mais expansiva de traduzir podemos desenvolver mais plenamente a tradução em Inglês e, assim, trazer as nuances mais difíceis encontradas na língua original", explicou.

Os estudiosos e autores que colaboraram na tradução dizem que sua intenção era ajudar os leitores a "ouvirem Deus falar."

"Um dos subprodutos da era da informação na igreja tem sido o seu foco no conhecimento bíblico. Muitas Bíblias refletem isso, embaladas com notas informativas, mapas e gráficos. Enquanto não há nada de errado em ter um profundo conhecimento; uma ligação pessoal e profundo relacionamento é muito melhor", segundo hearthevoice.com. "A Voz está focada em ajudar os leitores a encontrar (ou reencontrar) esta conexão com ele. A Escritura é apresentada não como um documento acadêmico, mas como uma história envolvente."

A ideia para A Voz veio em janeiro de 2004, quando a Editora Thomas Nelson reuniu-se com a Sociedade Bíblica Ecclesia, cuja liderança inclui o pastor Chris Seay da Igreja Ecclesia em Houston, Texas. O projeto surgiu em porções, com o Novo Testamento completo de acordo com A Voz a ser lançada em 2009.

O nome vem da renderização da tradução da Bíblia da Palavra Grega logos em João 1:1. Embora a típico Bíblia Inglesa traduza logos como "Palavra", nesta tradução é traduzida "Voz". O primeiro versículo de João, que na NVI diz: "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus" se torna "Antes de o próprio tempo ser medido, a Voz estava falando. A Voz era e é Deus."

Um novo vídeo publicado na tradução do Facebook destaca ainda que "A Voz” oferece a oportunidade de ouvir de novo contando as histórias que sempre estiveram na Bíblia de uma forma bela e poética." Ela é escrita em formato de roteiro "por isso é fácil de seguir ou agir em um grupo."

Apesar da aprovação de uma grande editora como a Thomas Nelson, que também vende outras traduções mais tradicionais da Bíblia, A Voz não deixa de ter seus adversários, incluindo muitos revisões críticas on-line.

No site da "vida mais abundante," poster "Coralie", comentou que o formato de A Voz, que inclui comentários no corpo do texto, era uma preocupação.

"O... efeito da inclusão de comentários no meio do caminho é o obscurecimento da linha entre a palavra inspirada e opinião humana", escreveu Coralie.

"Meu medo em nosso mundo pós-moderno não é que um novo leitor tomaria o comentário como a própria palavra de Deus, mas que ele leria as palavras de Deus com a facilidade casual de uma outra forma de comentário."

O blog "Teologia Extrema," um site de apologética, declarou que A Voz era "uma versão distorcida da Bíblia."

"Infelizmente, não desde o lançamento da tradução das Testemunhas de Jeová do Novo Mundo a partir das Escrituras Gregas em 1950 houve uma bíblia publicada que tão ostensivamente altera e distorce a Palavra de Deus, a fim de apoiar uma agenda teológica aberrante e peculiar", diz um comentário no local do ET.

Cenas de nudez em minissérie bíblica diverge opiniões de pastores



Por The Christian Post 

A minissérie Rei Davi, superprodução da Record, vem apresentando em meio à história do líder hebreu cenas de nudez relacionadas à personagem Bate-Seba, com quem o líder vive uma história de amor proibida.

As cenas de banho da personagem, descrita no livro do profeta Samuel, vêm causando polêmica entre o público cristão. Alguns dizem que a nudez é algo natural e até citado na Bíblia, e por isso poderiam ser mostradas; outros condenam as cenas e desaprovam o ato de elas terem sido inseridas na filmagem.

O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança em Niterói (RJ), falou ao The Christian Post sobre o assunto e condenou a exposição de corpos em trabalhos de dramaturgia.

“Sou absolutamente contra. Não vejo nenhuma necessidade da exibição de corpos nus em qualquer trabalho de dramaturgia”, disse.

O líder religioso considera as cenas uma afronta, uma vez que o público alvo é “eminentemente religioso”. Para ele, os fiéis devem tomar cuidado com a sensualidade, “como também com tudo aquilo que nos leve a pecar contra o Eterno”.

“A exposição de corpos nus pode levar muitos a pecarem contra Deus cobiçando o que não pode ser cobiçado, além é claro, de levar outros a cometerem o pecado de fornicação”, afirmou. Para Vargens, o interesse da emissora nesse caso não é outro senão angariar audiência.

Ele incentiva os cristãos a terem na Bíblia sua única regra de fé. “Que sejam como os de Beréia que eram mais nobres que os de Tessalônica. Nossa visão deve ser fundamentada exclusivamente nas Escrituras. Portanto, se um filme bíblico ensina algo fora da Bíblia, deve ser rechaçado”, aconselha.

A igreja de Beréia, citada pelo apóstolo Paulo no livro de Atos, era descrita como formada por fiéis que verificavam nas Escrituras tudo aquilo que era pregado ou ensinado.

Filmes bíblicos

São muitas as versões e filmagens de histórias bíblicas feitas em minisséries e até filmes de Hollywood. Mas nem todos são fieis ao conteúdo das Escrituras.

Exemplos não faltam. Do clássico “Os Dez Madamentos”, de Cecil B. DeMille, lançado em 1956 até o polêmico “A Paixão de Cristo”, de Mel Gibson, muitas são as tentativas de recriar passagens e narrativas bíblicas.

O motivo de muitos não serem fiéis ao texto sagrado tem origem no fato de que a prioridade para as produtoras e estúdios é o interesse financeiro, segundo o pastor Vargens. “A desculpa é glorificar a Deus, quando na verdade, o que motiva essa gente é a audiência. Nesta perspectiva, vale tudo, até mesmo, criar factóides”, diz.

Perguntado sobre os temas sexualidade e nudez, muitas vezes citados na Bíblia, não poderiam ser incluídos em produções cinematográficas, o líder aponta:

“A Bíblia narra, mas porque mostrar? Acho desnecessário. A TV poderia insinuar, mas não mostrar”, concluiu.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Incesto: irmãos se conheceram já adultos e tiveram quatro filhos


Irmãos que tiveram relacionamento incestuoso alegaram ter direito a uma vida em família
A Corte Europeia de Direitos Humanos afirmou que a Alemanha estava autorizada a banir o incesto. O caso era inusitado porque o irmão foi adotado e não conheceu sua irmã biológica até buscar sua família quando adulto.
Os dois, Patrick Stuebing e Susan Karolewski, tiveram quatro filhos juntos, dois dos quais descritos como portadores de deficiência física.
O irmão havia sido condenado por crime de incesto e cumprido três anos de sentença na Alemanha.
A corte europeia reafirmou a decisão da Suprema Corte da Alemanha, determinando que classificar o incesto como crime não viola o direito fundamental ao “respeito à vida privada e familiar”, como garantido pela Convenção Europeia dos Direitos Humanos, informou o site da revista Der Spiegel.
Segundo a publicação, os sete juízes que examinaram o caso decidiram por unanimidade que a decisão da Justiça alemã deveria ser respeitada.
‘Surpresa’
Em entrevista à BBC em 2007, Patrick contou ter reencontrado a irmã Susan somente aos 23 anos, quando viajou até Leipzig em 2000 para conhecer a sua família biológica. Depois da morte da mãe, os dois afirmaram ter se apaixonado.
“Eu não sabia que tinha um irmão quando era mais nova. Conheci Patrick e fiquei surpresa”, admitiu na época Susan Karolewski, em entrevista à BBC.
Ela disse não sentir culpa pelo relacionamento incestuoso, e que esperava conseguir mudar a legislação alemã. ”Só quero viver com a minha família e ser deixada em paz pelas autoridades e pela Justiça”, disse.
Depois da decisão da Corte Europeia de Direitos Humanos, Patrick afirmou que a Justiça destruiu sua família. Ele agora vive separado da irmã e três de seus filhos estão sob custódia de outros casais. A criança mais nova vive com a mãe.
Fonte: BBC

Cartaz da Parada Gay em Maringá utiliza imagem da Catedral e causa polêmica


Foto divulgação

Por The Christian  

Um cartaz utilizado para divulgar a parada gay de Maringá (PR), em que aparece a imagem da catedral católica causou polêmica entre a população. O grupo de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros (LGBT) criou uma imagem em que o arco-íris (símbolo gay) explode do teto da igreja, a Catedral Basílica Menor de N. S. da Glória, principal ponto turístico da cidade.


O arcebispo de Maringá Dom Anuar Battist acredita que os cartazes são desrespeitosos. “A Catedral antes de ser um símbolo de Maringá, é um símbolo religioso da fé da maioria dos maringaenses e, por essa razão, lamentamos o uso do cartaz”, disse Dom Battisti ao G1.

O arcebispo ressaltou ainda que a Igreja não pretende impor valores e princípios. “A Igreja Católica não tem a pretensão de domesticar a sociedade, impondo-lhe seus princípios e valores”, disse a nota emitida pela arquidiocese de Maringá.

A nota ressalta que a igreja respeita a diversidade social, mas “nem sempre concorda com todos os tipos de comportamento”. A nota diz que a entidade lamenta o uso da imagem da catedral e solicita a retirada do cartaz de todos os meios de comunicação.

O responsável pela organização da parada, e integrante do grupo Maringay, Robson Girardello, explicou que a idéia para a criação do cartaz veio do álbum do grupo britânico Pink Floyd, The Dark Side of the Moon.

“Simbolicamente, é algo que entra inteiro e direto de um lado, e sai plural do outro, mostrando suas diversas e verdadeiras formas”, explica, em um trecho de um texto publicado por Girardello no site do Maringay.

Também o presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (AGLBT), Toni Reis, disse que não viu má intenção no cartaz.

“O símbolo de Maringá é a Catedral e o arco-íris é o símbolo da diversidade. Eu não vi nenhum desrespeito. Até porque nós também somos filhos de Deus. Eu não vi maldade nenhuma”, disse à publicação.

Segundo o Maringay, o material não chegou a ser impresso e foi postado na internet como um rascunho da campanha.

A Parada Gay em Maringá está marcada para 20 de maio.

Ex senadora é ordenada ao ministério pastoral em Brasília


Marina Silva na Convenção (CEADDIF)

A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva foi consagrada a pastora em uma reunião da Convenção das Assembleias de Deus no Distrito Federal (CEADDIF), liderada pelo pastor Sostenes Apolos.

A possibilidade de mulheres serem consagradas ao ministério pastoral nas igrejas Assembleia de Deus foi aberta após aprovação do tema durante Assembleia Geral Ordinária realizada em Outubro de 2011 pela Convenção do Distrito Federal.

Na ocasião, a proposta foi votada por 1.500 correligionários, e aprovada com 70% dos votos. Segundo informações do Gprime, o entendimento dos líderes assembleianos, a decisão da CEADDIF abre caminho para que a CGADB também aprove o ordenamento de mulheres ao ministério pastoral. Em 2001, a proposta foi recusada durante Assembleia Geral da Convenção Nacional.

O reconhecimento da ordenação da ex-candidata à presidência da República Marina Silva ao ministério pastoral em todas as Assembleias de Deus ainda depende de homologação da CGADB. Em 2010, quando foi terceira colocada nas eleições presidenciais, com aproximadamente 20 milhões de votos, Marina Silva havia sido ordenada missionária.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails