domingo, 29 de dezembro de 2013

Comediante amaldiçoou Spider?

Fonte: Meio de Campo
O comediante australiano Tim Reuben mandou uma mensagem para Anderson Silva pelo twitter que se revelou terrivelmente irônica após a luta do brasileiro contra Chris Weidman. Reuben postou o seguinte para Anderson durante a sexta-feira, dia 27:
“Break a leg” é uma gíria que atores usam para desejar “boa sorte” no teatro – especialmente antes de estreias ou eventos importantes. Ou seja, o comediante fez um trocadilho: “Quebre uma perna amanhã! De preferência não a sua!”
Depois que Anderson literalmente quebrou a perna, internautas postaram inúmeras mensagens comentando o post – muitos dizendo que Tim tinha “amaldiçoado” Anderson:

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

O pai que deu à luz. A gravidez do transexual argentino e as armadilhas da aparência

Um transexual de aparência masculina deu à luz uma menina na Argentina. A estranheza provocada pela notícia é compreensível. De barba e camisa rosa na foto desta página, Alexis Taborda exibe a gravidez. Quem acaricia a barriga, como nas imagens tradicionais de álbum de família, é a mulher dele, Karen Bruselario. A gestação não é resultado de intervenção artificial. É natureza pura.
Alexis e Karen são considerados transexuais, mas conservaram os aparelhos reprodutores com os quais nasceram. Isso permitiu que Alexis gerasse a filha em seu útero. A menina Génesis Evangelina nasceu com mais de quatro quilos, segundo reportagem da agência EFE. 
Para a criança sera explicado naturalmente que papai é mamãe e mamãe é papai.

Fonte: Epoca/Coluna Cristiane Segatto



Recalcado pela derrota do PLC 122, Jean Wyllys ataca igrejas

Após a derrota política sofrida com o sepultamento do PLC 122, o deputado federal e ativista gay Jean Wyllys atacou os cristãos e as igrejas.

No Twitter, citando publicações de outros usuários que divergem dos princípios que ele defende, Wyllys passou a ridicularizar as expressões de ideias que não o agradavam. 

Dizendo adorar “debochar dos imbecis”, ele disparou contra os cristãos como um todo, afirmando que as igrejas haviam se tornado mentoras de criminosos: “As escolas não podem virar ‘fábricas de homossexuais’, mas as igrejas podem ser fábricas de estelionatários e predadores sexuais, né?”, disse ele, rebatendo as críticas ao Plano Nacional de Educação (PNE), que contém artigos polêmicos no que se refere à implantação de políticas públicas que preguem maior tolerância à homossexualidade.

Comentando a publicação de um católico que afirmou que os ativistas gays iriam “implantar a cultura gay no inferno”, o deputado disparou: “O bom é que esses ‘cristãos’ nem conjugam burrice com má fé e ódio, né? Que bom que eles entendem a mensagem de Jesus, né? Nessas horas, só a ironia pode responder a essa estupidez e desamor!”, escreveu.

Na sequência, após responder vários internautas contrários a ele com o mesmo tom de sarcasmo e ironia, chamando-os de imbecis, o deputado confrontou os católicos contrários à prática homossexual com escândalos recorrentes entre clérigos da Igreja romana.

“Gritar e levantar o terço contra o abuso sexual praticado por padres contra meninas e meninos, esses ‘católicos’ não fazem, né? Será que os católicos homofóbicos não são capazes de respeitar a dignidade e os direitos dos gays, lésbicas e transexuais católicos?”, escreveu.

Não bastasse tamanha falta de respeito, Jean Wyllys ainda chamou a todos que não concordam com o PLC 122 de canalhas. “Assim talvez tenha sido melhor para o PLC 122 ter sido apensado ao código penal. O tiro terá saído pela culatra da arma dos canalhas!”, escreveu.

“Enquanto isso, esfreguemos na cara desses canalhas recalcados e frustrados nossa felicidade e alegria de ser! Eles têm inveja disso!”, disparou no twitter.




Achincalhar os cristãos é fácil, mas é fato público e notório que a Igreja de Cristo tem, desde a sua fundação, estendido a mão em socorro as comunidades onde estão inseridas; gerando vida em abundância por meio de ações sociais como ajuda a dependentes químicos, crianças desemparadas, educação complementar, ensino variado para geração de renda e tantas outras ações. Então, fica a pergunta aos ativistas gays: onde estão suas obras de apoio a sociedade? Pois o que se tem visto é a quebra de princípios morais, familiares e de liberdade de expressão e religiosa.

Deixe o seu comentário 

Fonte: Gospel Mais

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Marco Feliciano se despede da Comissão de Direitos Humanos

Em fevereiro de 2014, quando acabar o recesso parlamentar, a Comissão de Direitos Humanos da Câmara elegerá um novo presidente. Marco Feliciano sabe que não será reeleito: “Um raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Espero que o PT dê mais valor agora à essa comissão, que eles abandonaram”.
Ele conduziu sua última sessão como presidente e comenta a grande exposição do cargo, alcançado pelas constantes polêmicas. “Não sei nem se terá comissão para nós (PSC) ano que vem. Se tiver oportunidade, claro, quero voltar. O trabalho aqui foi apaixonante, mas ouvi falar que também o Solidariedade está de olho na comissão, para entregá-la ao deputado Domingos Dutra (MA)”, explica Feliciano.
Dutra era do PT e fez parte da comissão durante anos, mas saiu quando Feliciano foi eleito presidente. “Essa comissão agora vai ser disputada. Colocamos os direitos humanos na pauta das pessoas. O Brasil viu isso”, reconhece Feliciano.
O pastor faz um balanço positivo de seu trabalho, mas acredita que foi atrapalhado pelas manifestações e os ataques constantes: “Apostaram que eu renunciaria, o que não fiz. Fui alvo do ódio e da intolerância, fui atacado na minha igreja e dentro de um avião. Recebi vários processos. Comecei o ano como o inimigo público número um. E termino como um dos cem brasileiros mais influentes segundo uma revista de circulação nacional”.
Para ele, acabou saindo do cargo com ganhos políticos “O povo percebeu que sou um político com posicionamento. Que defendo com unhas e dentes o que acredito”. A notoriedade conquistada lhe abre a possibilidade de disputar o Senado nas próximas eleições. Contudo, gostaria que seu único oponente fosse Eduardo Suplicy, atualmente senador pelo PT de São Paulo.
“Não sendo arrogante, sei que estou muito bem avaliado. O caminho natural seria buscar a reeleição. Não descarto o Senado, mas desde que meu concorrente seja apenas o Suplicy. Ele carrega um nome, ou a mulher dele, que os evangélicos não gostam. Foram muitos embates com a Marta Suplicy nesses anos. Agora, tem o Serra (José Serra), o Kassab (Gilberto Kassab), são nomes fortes”, finaliza. 

Fonte:Gospel Prime, com informações O Globo.

Senado enterra PLC 122/06; Pr. Silas Malafaia comenta

O Plenário do Senado aprovou, na terça-feira (17), com 29 votos favoráveis, 12 contrários e 2 abstenções, requerimento do senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) para que o PLC 122/2006, que dava privilégios a homossexuais, seja apensado, ou seja acrescentado, ao projeto de reforma do Código Penal (PLS 236/2012).

O senador Eduardo Lopes destacou que o Código Penal já engloba o assunto ao tipificar a intolerância, o racismo e todo tipo de violência. Ele explicou que, por tratarem de assuntos correlatos, não há sentido para que as propostas tramitem separadamente. Em apoio a Eduardo Lopes, o senador Magno Malta (PR-ES) disse que a criminalização da homofobia depende da tipificação desse crime no Código Penal, o que justifica o apensamento.

Pr. Silas comenta:

Depois de 7 anos de uma luta árdua contra um projeto de lei que era um verdadeiro lixo moral para beneficiar os gays em detrimento do restante da coletividade da sociedade, finalmente o senado deu um basta. Mesmo o PT usando todo o seu poder político para aprovar esta aberração, e tenho eu aqui que ressalvar a atitude corajosa do senador Lindbergh Farias que contrariando a decisão partidária, votou pelo fim do PLC 122/06, ao contrário do senador Valter Pinheiro do PT da Bahia, que é membro da Igreja batista em salvador, e que muitas vezes eu o apoiei, de maneira covarde se ausentou do plenário na hora da votação.

Tenho também que ressaltar o brilhantismo e a luta incansável do senador Magno Malta que foi um gigante para travar o famigerado projeto. Também quero salientar a coragem do Presidente do senado Renan Calheiros, que teve a ousadia de colocar em votação, contrariando muitos interesses.

Agora a questão de sexualidade será discutida no código penal que ainda terá uma longa tramitação. Saliento também a maturidade que o povo evangélico vem manifestando ao usar meios democráticos e legais para pressionar os senadores realizando um verdadeiro bombardeio de e-mails, e também a presença nas audiências públicas, por fim, preste bastante atenção nos senadores que votaram pelo fim do PLC 122/06, os senadores que votaram a favor da permanência do projeto, e também os que estiveram presentes, mas saíram na hora da votação, se omitindo de maneira covarde de uma posição firme contra uma aberração deste nível.

Concluindo, a retirada do PLC 122/06 é a vitória da liberdade que o estado democrático de direito dá aos seus cidadãos sem privilegiar nenhum segmento social.

Veja abaixo a lista com os nomes dos senadores que votaram CONTRA OS VALORES CRISTÃOS, a favor do PLC 122: 

Ana Rita (ES/PT);

Antônio Carlos Rodrigues (SP/PR);

Antônio Carlos Valadares (SE/PSB);

Eduardo Suplicy (SP/PT);

João Capiberibe (AP/PSB);

Jorge Viana (AC/PT);

Lídice da Mata (BA/PSB);

Paulo Davim (RN/PV);

Paulo Paim (RS/PT);

Pedro Simon (RS/PMDB);

Randolfe Rodrigues (AP/PSOL);

Roberto Requião (PR/PMDB).

Veja abaixo a lista com os nomes dos senadores que votaram A FAVOR DOS VALORES CRISTÃOS, contra o PLC 122: 

Alfredo Nascimento (AM/PR);

Aloysio Nunes Ferreira (SP/PSDB);

Álvaro Dias (PR/PSDB);

Ana Amélia (RS/PP);

Blairo Maggi (MT/PR);

Cassio Cunha Lima (PB/PSDB);

Cícero Lucena (PB/PSDB);

Cristovam Buarque (DF/PDT);

Cyro Miranda (GO/PSDB);

Eduardo Lopes (RJ/PRB);

Eunício Oliveira (CE/PMDB);

Flexa Ribeiro (PA/PSDB);

Jader Barbalho (PA/PMDB);

João Durval (BA/PDT);

João Vicente Claudino (PI/PTB);

José Agripino (RN/DEM);

Lindberg Farias (RJ/PT);

Magno Malta (ES/PR);

Mozarildo Cavalcanti (RR/PTB);

Paulo Bauer (SC/PSDB);

Pedro Taques (MT/PDT);

Ricardo Ferraço (ES/PMDB);

Rodrigo Rollemberg (DF/PSB);

Ruben Figueiró (MS/PSDB);

Sérgio Petecão (AC/PSD);

Sérgio Souza (PR/PMDB);

Vital do Rêgo (MS/PMDB);

Waldemir Moka (MS/PMDB);

Wilder Morais (GO/DEM).

Veja abaixo a lista com os nomes dos senadores que se abstiveram:

José Pimentel (CE/PT);

Vanessa Grazziotin (AM/PCdoB).

Fonte: Verdade Gospel

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Baixa audiência e críticas marcam Festival Promessas na Globo

A terceira edição do Festival Promessas não gerou o resultado esperado pela Rede Globo e nem para os telespectadores. A transmissão do show gospel neste domingo (15) teve baixa audiência e muitas críticas nas redes sociais.
De acordo com o site “Notícias da TV” o programa teve média de 8,3 pontos na Grande São Paulo (cada ponto representa 62 mil domicílios). A Globo não contava que o SBT colocaria o sertanejo Luan Santana no mesmo horário, deixando o programa da apresentadora Eliana praticamente empatado com 7,5 pontos.
No domingo passado, no mesmo horário, o festival Sintonize, de música sertaneja, registrou 21% a mais no ibope e no domingo retrasado foram 32% a mais.
Nas redes sociais o show gospel também teve baixa e ao contrário dos primeiros anos, não chegou ao topo dos assuntos mais comentados no Twitter.
Os internautas comentaram bastante sobre as apresentações de Jonas Vilar, Diante do Trono, Oficina G3, Bruna Karla, Thalles Roberto e Aline Barros, mas muitos deles foram críticas ao evento.
Muitos evangélicos não aprovaram o programa, por ser mais um show musical que um espaço para levar a mensagem verdadeira do Evangelho.
“Um evento cheio de idolatria, cheio de ganância, cheio de amor ao dinheiro. Uma vergonha! Ser cristão verdadeiro não é cantar musiquinhas gospel e dizer que é evangélico. Não é assim, e o Festival Promessas não nos representa”, escreveu Richardson Gomes no Facebook.
“O que se viu na tela da Rede Globo, nesta tarde de domingo 15/12, não passou de um show de exagero, breguice, meninice é pouco, mas muito pouco compromisso com o sentido real da palavra ‘evangelho’!”, escreveu Gesson Vasconcelos também no Facebook.
Na fanpage do Gospel Prime lançamos a pergunta aos nosso seguidores e tivemos as mais diferentes respostas: “Acho que a rede esgoto só quer ibope. Nunca gostou dos cristãos. Quanto aos artistas, acho que a maioria estão cantando e não louvando”, opinou Mayra Sant’Anna.
Já Johnnson Cavalcante olhou o evento de outra forma: ” Achei proveitoso o nível profissional, espiritualmente falando nada a conquistar…”.
Não evangélicos aprovaram o evento
Enquanto o assunto divide opiniões entre os evangélicos, fiéis de outras religiões aprovaram o evento e mostraram nas redes sociais a emoção que sentiram com as apresentações. “Não sou evangélico não, mas tem umas músicas que tocam o nosso coração e são bem bonitas”, escreveu o usuário Carlinhos do Twitter @carlosed_18.
Pelo Facebook a católica Luzinete Lopes disse que estava emocionada. “Que Festival de Promessas maravilhoso, pena que acabou. Eita mulher que canta lindo, Aline Barros. Até choro com essa música que ela cantou”.
Festival de intolerância
Entre as críticas feitas pelo Twitter muitos usuários aproveitaram o momento para ofender os evangélicos de forma geral. “As cantoras são barangas, cafonas, publico é feio as músicas horrorosas. Porque catso a Globo tá passando essa bosta de #FestivalPromessas?”, escreveu o perfil @PietraVeneno.
Este não foi o único que resolveu assistir ao festival apenas para criticar. O usuário Edinho (@emhjr) escreveu: “Estou assistindo o #FestivalPromessas na casa dos parentes crentelhos e agora tenho certeza que esse povo come merda.”
O blogueiro Celso Dossi criticou quase todos os artistas que se apresentaram, chegando a fazer piada sobre cantora Ana Paula Valadão não apenas a respeito da roupa, mas também ao timbre de voz, ele apagou os posts em seguida.
Também chamou a cantora Bruna Karla de gorda dizendo que ela tem “cintura de frango em Cristo”. “Ser gulosa não é pecado? Cintura de frango em Cristo. #FestivalPromessas”.
Minutos depois Dossi mostrou o motivo da sua bronca contra evangélicos: “Se essa gente aceitasse gays, os modelitos, as maquiagens e os cabelos não seriam tão bregas. #FestivalPromessas.”
Muitos outros perfis trataram o programa da mesma forma e receberam respostas por parte dos evangélicos. “Engraçado que a comunidade gay que ficam pedindo direitos e tal desrespeitam a fé alheia nessas horas. Muito feio. #FestivalPromessas”, escreveu Pedro Batista.
“Acho tão feio quando as pessoas zombam da fé alheia. Respeitar pra que, né? #FestivalPromessas”, tuitou Daniel César.

Veja o vídeo completo.

Fonte:  Gospel Prime

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

MomentCam: sucesso no Facebook transforma suas fotos em avatar

MomentCam, um sucesso no face
Já ouviu falar no MomentCam? O app realiza transformações de fotos normais em avatares, semelhantes a caricaturas, de uma maneira bem realista. Por conta disso, o programa - disponível apenas para smartphones Android e iOS - tem ganhando cada vez mais adeptos, se popularizando rapidamente no Facebook. 

Desenvolvido pela Hightalk Software Corp, o programa começou a fazer sucesso na China, mas já virou febre no Brasil.
Seu funcionamento é bastante simples: apesar do nome chinês antes do “MomentCam”, o aplicativo está em inglês. Ao iniciá-lo, basta passar o dedo sobre a tela para ignorar as mensagens de boas vindas e depois tocar em “Create cartoon” para começar a fazer sua caricatura. Nesta etapa, você terá que capturar uma imagem sua com a câmera frontal do celular, e em seguida escolher o seu sexo. Após alguns segundos, o MomentCam lhe dará seu avatar. 

Não há mágica: ele apenas captura a parte central do seu rosto e insere em algum dos seus formatos preestabelecidos de cartoon, escolhido aleatoriamente. Os resultados, entretanto, podem ser hilários. Há diversos desenhos divertidos e o usuário pode escolher qual preferir, caso não goste do sugerido. Basta ir em "designs" e olhar todas as opções, tocando na que achar mais adequada. Também é possível criar o próprio avatar, em “Create”, e editar a posição do rosto, em “Face Edit”.
O aplicativo é bem completo, cumpre o que promete e não é à toa que ele está um verdadeiro hit nas redes sociais. Baixe o MomentCam no seu smartphone agora!

Fonte: Techtudo

Favorito, Dom Paulinho erra música e Lulu Santos o elimina do "The Voice"

A primeira noite das escolhas dos semifinalistas do "The Voice Brasil" pegou muita gente de surpresa com a eliminação de Dom Paulinho Lima, apontado, desde sua primeira apresentação, como um dos favoritos a vencer o reality show musical.

Além dele, que cantou "BR 3", sucesso na voz de Tony Tornado, se apresentaram Pedro Lima, que interpretou "Se Eu Não Te Amasse Tanto Assim", sucesso na voz de Ivete Sangalo, e Luana Camarah, que entoou "Back in Black" , do AC/DC. 

Pedro foi salvo pelo público. Mas na decisão entre Luana e Dom Paulinho, Lulu não perdoou o candidato por ter errado a letra da música e manteve Luana, que escorregou na pronúncia do inglês. "Você errou a música, talvez por não estar concentrado...mas você já é sucesso, já tem um caminho traçado. Eu preciso escolher a Luana", disse o técnico, que foi vaiado pela plateia. 

Pelo Twitter, Lulu Santos se manifestou a respeito das críticas que recebeu por ter eliminado Dom Paulinho. "Se escolhesse Paulinho, os partidários da Luana iriam se revoltar e gritar igualmente e em maior número, seu percentual final foi maior... Este é um jogo de eliminação, quem não percebe isto não sabe jogar. Se comportar como as torcidas do Vasco e Atlético apenas nos diminui", desabafou.

A eliminação de Khrystal, do time de Claudia Leitte, também surpreendeu o público e até mesmo os outros técnicos. A potiguar interpretou a canção "Lamento Sertanejo", de Dominguinhos, mas não agradou Claudia Leitte como Gabby Moura, que cantou "Sorri", de Djavan, e continua na disputa. Completando o time da cantora, se apresentou Sam Alves, que interpretou"Mirrors", de Justin Timberlake, e Rully Anne, que entoou "Bete Balanço", do Barão Vermelho. Sam foi salvo pelo público e Rully deixou a competição.

Foram escolhidos oito semifinalistas. No próximo programa, quatro vão direto para a final, que acontece no dia 26 de dezembro.

Estão na próxima fase:

Sam Alves e Gabby Moura, do time de Claudia Leitte
Luana Camarah e Pedro Lima, do time de Lulu Santos
Rubens Daniel e Cecília Militão, do time de Daniel
Lucy Alves e Marcos Lessa, do time de Carlinhos Brown

Fonte: Uol SP

Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg viverão casal gay em novela

Fernanda Montenegro e Natalia Timberg
Fernanda Montenegro, de 84 anos, e Nathalia Timberg, também com 84 anos, irão viver um casal gay na próxima novela escrita Gilberto Braga junto com Ricardo Linhares e João Ximenes Braga. As informações são do jornal O Dia desta quarta-feira (11).

De acordo com a publicação, a trama deve ter ainda Camila Pitanga como protagonista e Daisy Lúcidi como antagonista. O folhetim está previsto para estrear apenas em 2015, mas o autor estaria adiantando tudo para que a novela pudesse passar depois de Em Família, de Manoel Carlos, que estreia em fevereiro. No entanto, Aguinaldo Silva já está na fila.

Não está planejado, até o momento, um beijo gay na terceira idade.  Vale lembrar que, no início do ano, Fernanda Montenegro du um beijo na atriz Camila Amado para protestar contra a permanência do deputado e pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

Fonte: Virgula, Uol, O Dia

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Justiça americana rejeita o reconhecimento de macacos como pessoas, e a teoria de Darwin cai oficialmente

A Justiça de Nova York rejeitou um pedido para que chimpanzés fossem considerados “legalmente pessoas” e amparados pelos direitos humanos, indicou na terça-feira (10) uma organização de defesa dos animais.

O “Non Human Rights Project” apresentou-se no começo de dezembro a três tribunais do estado de Nova York para pedir que quatro chimpanzés atualmente enjaulados pudessem ser transferidos para um santuário para viver em liberdade pelo resto de suas vidas.

Os primatas em questão são Tommy, preso em uma jaula em um terreno destinado a trailers na cidade de Gloversville; Kiko, um chimpanzé surdo de propriedade de uma pessoa física em Niagara Falls; e Hércules e Leo, que pertencem a um centro de estudos em Long Island.

A associação pediu um habeas corpus, que enuncia a liberdade fundamental de não ser encarcerado sem ser julgado.

Mas os três juízes recusaram o pedido, afirmando que o habeas corpus não se aplica a um animal.

Os demandantes anunciaram que vão apelar das sentenças. Como argumento, ressaltaram que os tribunais de Nova York tinham permitido aos escravos recorrer a essa instituição jurídica para estabelecer que não eram uma propriedade e tinham o direito à liberdade. No período em que a escravidão vigorou nos Estados Unidos, os escravos não eram considerados humanos.

Fonte: G1

Ativistas agridem cristãos que oravam em igreja durante protesto. veja o video

Um grupo de ativistas gays, feministas e defensores pró-aborto agrediram fisicamente membros de uma igreja na Argentina. Eles chegaram a vandalizar o templo com pichações que acusavam os cristãos de impor seus princípios à sociedade e impedir a liberação do aborto.

Os fiéis da igreja fizeram uma corrente em torno do templo para evitar mais danos, e passaram a orar enquanto eram agredidos com palavrões, cusparadas e pichações em seus rostos e roupas.

O vídeo repercutiu internacionalmente e diversos veículos destacaram a intolerância das feministas, que praticavam atentados ao pudor de diversas maneiras. As imagens fortes mostram as manifestantes com os seios de fora, trocando carícias e até, praticando sexo oral na rua, enquanto gritavam palavras de ordem contra a fé cristã e a favor do aborto.

Além da violência contra os fiéis, as manifestantes queimaram símbolos religiosos e imagens do papa Francisco.

Assista ao vídeo e deixe seu comentário 


Fonte: Gospel Mais

Votação do PLC 122 é adiada e relator faz desabafo; campanha continua; PARTICIPE!

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) adiou mais uma vez a votação do projeto de lei que garante privilégios aos homossexuais e coloca uma “mordaça” na sociedade, o famigerado PLC 122. O adiamento foi motivado por pedido de deputados da bancada evangélica e representantes de igrejas, contrários à proposta. Segundo a presidente do colegiado, senadora Ana Rita (PT-ES), o projeto continua na pauta e será analisado na próxima reunião.

O relator da matéria e autor do substitutivo em exame na CDH, Paulo Paim (PT-RS), informou que foi procurado por outros parlamentares para adiar mais uma vez a votação e explicou que não era ele que estava recuando da deliberação do projeto. O senador aproveitou a oportunidade e fez um desabafo.

“Não teve um líder que defendeu que a matéria fosse votada, nem do PT. Isso tem que ficar muito claro. Tem gente que faz um discurso para fora e outro para dentro. Quer ficar bem para foto e, na verdade, não defende posições”, afirmou o senador.

Segundo Paim, líderes do governo e do PT marcaram reunião nesta quinta-feira (5) com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, para debater melhor o texto antes da votação.

- Saiba mais sobre o projeto: Vídeo: Pr. Silas Malafaia comenta sobre o PLC 122



– A Secretaria-Geral da Presidência pediu, via José Pimentel (líder do governo), que haja essa chance de construir um entendimento em uma reunião nesta quinta-feira. Esse projeto não é bomba, é um projeto que trata de vidas, de direitos humanos – disse Paim, reafirmando que seu relatório é fruto de amplo debate com representantes de todos os setores envolvidos.

Código Penal

O senador Eduardo Lopes (PRB-RJ) apresentou requerimento para que o PLC 122/2006 seja apensado ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 236/2012 de reforma do Código Penal. A proposta está sendo analisada no Senado por uma comissão especial. Lopes e o senador Magno Malta (PR-ES) argumentaram não ser possível manter o projeto que pune a homofobia na pauta da CDH porque querem a análise desse requerimento antes.

- O processado [o requerimento] tem que ir à Mesa [do Senado] independente de estar na pauta [da CDH] – argumentou Lopes.

Em resposta, Ana Rita disse que está seguindo o regimento e que a matéria será mantida na pauta da CDH. Sob protestos, Lopes e Magno Malta, que integram a bancada evangélica, afirmaram que vão recorrer da decisão.

Campanha continua:

Mais uma vez afirmamos que homossexualismo é comportamento e não condição. Não existe um dado na ciência que comprove que alguém nasce homossexual. É importantíssimo enviarmos e-mails para os membros da CDH do senado pedindo a não aprovação do PLC 122. É importante dizer no seu e-mail que nós evangélicos, católicos, e pessoas de bem, não mediremos esforços para denunciar os senadores que votarem a favor de um absurdo dessa grandeza. Multiplique esta informação e vamos bombardear os e-mails dos senadores.

Copie e cole os endereços dos senadores: ana.rita@senadora.leg.br; capi@senador.leg.br; paulopaim@senador.leg.br; randolfe.rodrigues@senador.leg.br; cristovam@senador.leg.br; wellington.dias@senador.leg.br; roberto.requiao@senador.leg.br; paulodavim@senador.leg.br; vanessa.grazziotin@senadora.leg.br; sergiopetecao@senador.leg.br; lidice.mata@senadora.leg.br; sergiosouza@senado.leg.br; magnomalta@senador.leg.br; gim.argello@senador.leg.br; eduardo.lopes@senador.leg.br; angela.portela@senadora.leg.br; eduardo.suplicy@senador.leg.br; humberto.costa@senador.leg.br; anibal.diniz@senador.leg.br; joaodurval@senador.leg.br; antoniocarlosvaladares@senador.leg.br; sergiosouza@senado.leg.br; ricardoferraco@senador.leg.br; wilder.morais@senador.leg.br; j.v.claudino@senador.leg.br; osvaldo.sobrinho@senador.leg.br;

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Votação da PLC 122 é amanhã. PROTESTE!

Projeto da ditadura gay será votado quarta-feira, dia 11. Disque gratuitamente 0800 61 22 11 para se manifestar

Por Julio Severo

A votação do PLC 122 será feita quarta-feira, dia 11 de dezembro. Como vencer essa ameaça? Telefonando para os senadores, cujos números de telefones e e-mails estão neste link: http://bit.ly/IoUXo1
Quando fizer contato com os senadores, aproveite e peça a remoção total os termos “orientação sexual” e “gênero” do PLC 103/2012, que trata do PNE (Plano Nacional de Educação). A meta de imposição de “orientação sexual” e “gênero,” igualmente visada pelo PLC 122 e pelo PLC 103/2012, forçará a sociedade a valorizar e defender aberrações sexuais e a marginalizar o casamento tradicional. Além disso, se “orientação sexual” e “gênero” não forem removidos do PLC 103/2012, as crianças do Brasil serão obrigadas a respeitar, assimilar e valorizar as aberrações sexuais, por mandamento do Ministério da Educação. Para entender a ameaça de “gênero,” consulte este link: http://bit.ly/IoUXo1
Atenção, para fazer chamadas gerais aos senadores, ligue e se cadastre:
0800 61 22 11
Para ligar sem a inconveniência do cadastro, chame diretamente os senadores nos números deles disponibilizados neste link: http://bit.ly/IoUXo1

Conviver e respeitar as suas diferenças não é sinônimo de impor uma diferença a iguais!

sábado, 7 de dezembro de 2013

Notícia é falsa e jovem que participou do viral "Para nossa alegria" está vivo

Por caicodigital.com - Uma notícia fake falando que o jovem Jefferson que participou do viral "Para nossa alegria" tinha sido morto a facadas, tomou conta da internet na noite desta sexta, diversos blogs noticiaram essa falsa notícia havendo uma grande repercussão por todo o Brasil, levando o próprio Jefferson a fazer um vídeo pelo Stream Live Video (ferramenta do Twitter que transmite vídeos em tempo real) desmentindo o ocorrido.

Fonte: V&C Artigos e Noticias

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Cantor gospel morre afogado em mar de Ihéus durante folga na turnê

Cleiton Frack (Foto: Divulgação/Site)
Morreu afogado, nesta quarta-feira (29), em Ilhéus, na região sul da Bahia, o cantor gospel Cleiton Frack, 29 anos, ex-vocalista da banda ArtPela, vencedora do programa de calouros "Astros", do SBT. O corpo do artista foi encontrado por volta das 13h40, na praia São Miguel, orla norte da cidade.
O Corpo de Bombeiros, que prestou assistência ao caso, afirma que ele foi retirado do mar pela equipe de salva-vidas municipal, dentro de um cais, após uma arrebentação.
Segundo relatos de testemunhas, informados pelos bombeiros, Cleinton de Oliveira Francisco estava na praia com uma pessoa e se afogou repentinamente.
Antes, ele tinha feito uma refeição "pesada", disse os bombeiros. O Samu também foi acionado e, quando chegou ao local, ele já tinha morrido. O Corpo de Bombeiros informa que o mar da praia de São Miguel é perigoso porque tem buracos e correnteza. Além disso, a maré estava enchendo quando ocorreu o afogamento.
Segundo um amigo do cantor, ele estava na Bahia para uma miniturnê em Salvador e Feira de Santana e, como tinha dois dias vagos na agenda, aceitou o convite para cantar em duas igrejas em Ilhéus.
Ele postou muitas fotos da passagem dele no estado nas redes sociais. No Twitter, há um dia, o artista postou um salmo biblíco: "Os que confiam no SENHOR serão como o monte de Sião, que não se abala, mas permanece para sempre. Salmos 125:1".
Ainda segundo informações do amigo, Cleiton partiria na terça-feira (28) para São Paulo, mas a sua passagem foi remarcada para às 15h desta quarta-feira (29). Ele era de São Paulo e estava divulgando o seu primeiro trabalho em carreira solo.

Fonte: G1

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Muçulmanos tentam tirar de cristãos o comando da cidade de Nazaré

Sagrada para cristãos e visitada por milhões de pessoas todos os anos, Nazaré, a maior cidade árabe de Israel, se prepara para as mais tensas eleições dos últimos 20 anos, espelho da crescente rivalidade entre cristãos e muçulmanos no local onde, segundo a Bíblia, Jesus passou a infância. O atual prefeito, o cristão Ramiz Jaraiysi, que tenta se reeleger para o quinto mandato consecutivo, enfrenta pela primeira vez a oposição de uma candidata muçulmana, a polêmica deputada Haneen Zoabi, do partido nacionalista árabe Balad. A eleição trouxe à tona a disputa religiosa interna – antes velada – pela cidade de 81 mil habitantes, onde 30% são cristãos, e os outros 70%, muçulmanos.

Há cem anos, Nazaré era majoritariamente cristã (75%). Mas, nas últimas décadas, a proporção foi invertida, fruto da gradual evasão de cristãos do Oriente Médio e de uma maior taxa de natalidade nas famílias muçulmanas. Isso tudo elevou a tensão na cidade, unida pela etnia, mas dividida pela religião.

O temor é justificado por alguns casos de intolerância religiosa. Em 1997, a prefeitura pretendia construir uma grande praça ao lado da Basílica da Anunciação (que marca o local onde, segundo a tradição cristã, Maria recebeu a notícia de sua gravidez) para abrigar peregrinos durante a planejada visita do Papa João Paulo II, em 2000. Mas muçulmanos protestaram e ocuparam o local, considerado também sagrado para o Islã. A construção aconteceria onde um sobrinho do mitológico comandante muçulmano Saladino foi enterrado. Em 2002, a situação se inverteu com os planos de construção de uma grande mesquita.

Opiniões divididas

Uma década depois, a situação parece ter se acalmado. Tanto que o prefeito Ramiz Jaraiysi, 62 anos, um engenheiro cristão no poder desde 1994, garante que foi eleito quatro vezes seguidas por cidadãos de ambas as fés. Mas, mesmo ele também demonstra preocupação quanto ao futuro.

“Religião não costuma ter papel na política de nossa cidade. Mas realmente nessas eleições há grupos fundamentalistas que estão usando a religião para alcançar objetivos políticos”, admite Jaraiysi.

O pleito acontece na próxima terça-feira (22). São cinco candidatos, três cristãos e dois muçulmanos. Um deles, Abu Ahmad Tawfiq, do Movimento Islâmico, concorre por uma legenda abertamente fundamentalista. Mas é a parlamentar Haneen Zoabi, 44 anos, que está dando trabalho a Jaraiysi. Radicalmente crítica ao governo de Israel, Zoabi ficou famosa ao embarcar, em 2010, no navio turco Mavi Marmara durante a chamada “Flotilha da liberdade”. Ela estava no Marmara quando comandos israelenses abordaram o navio em alto mal e mataram nove ativistas turcos.

Desde o episódio, a candidata acumulou pontos entre muitos árabes-israelenses. Se eleita, garante que vai lutar pelos direitos de Nazaré com passeatas e protestos em frente ao Parlamento.

A rivalidade entre cristãos e árabes em Nazaré está levando muitas famílias cristãs a deixarem o lugar. Muitas preferem morar na adjacente Nazaré Illit, de maioria judaica. Criada em 1957 para abrigar judeus, a cidade vizinha, mais bem cuidada e moderna, tem hoje 50 mil habitantes, 80% judeus e 20% árabes.

Fonte: O Globo

Porque só o Cebolinha usa sapatos e só o Chico Bento tem dedos a mostra?

Na verdade, não é somente o Cebolinha que usa sapatos, o Franjinha também usa. Sabe porque?

Senta que lá vem historia..rsrss

A razão do Cebolinha ter sapato foi para GANHAR TEMPO.

Quando o Maurício de Sousa começou a desenhar, ele era sozinho. Como suas tirinhas começaram a ficar populares e vários jornais de todo o Brasil começaram a contratá-lo, era impossível dar conta de tantos desenhos. Então, para ganhar tempo e não perder nenhum prazo, ele começou a simplificar os desenhos e uma das alterações que ele fez foi essa, deixar praticamente toda a Turma da Mônica descalças e sem dedos.
Ele manteve apenas o Cebolinha de sapato (como também deixou o Franjinha, seu primeiro personagem criado), pois desde o começo ele já usava e preferiu não mudar isso. Quando criou os novos personagem ele aboliu os sapatos.



O Chico Bento foi criado em 1961. Como ele era caipira, Mauricio de Sousa colocou os dedos para informar que ele só anda descalço, diferentemente do Franjinha e do Cebolinha. E quando começou a crescer a demanda de trabalho, ele preferiu não colocar dedos nos personagens criados posteriormente, como a Mônica, Cascão e a Magali, para poder desenhar mais rápido.

Fonte: Nerd Pai

sábado, 19 de outubro de 2013

Veja o vídeo da mãe do pastor Marcio Sales, assassinado pela policia, onde ela fala a verdade

Hoje tem Brasil no UFC. Junior Cigano X Cain Velasquez

Cain X Cigano  -  (Foto: Evelyn Rodrigues)
Antes de mais nada preste a atenção no horário de verão, e lembre-se que é somente no Brasil, por isso prepare-se para sintonizar mais cedo no canal que vai transmitir a luta para não perder a luta mais esperada do momento.
Cigano treinou com especialistas para que não acontecer o Overtraining (Excesso de treino) que o prejudicou na luta passada.
O brasileiro Junior Cigano ficou poucos gramas abaixo do americano Cain Velásquez na pesagem do UFC 166, nesta sexta-feira, em Houston, EUA. 
O lutador catarinense radicado na Bahia registrou 108,9kg ao subir à balança - seu maior peso nas três lutas contra Velásquez -, enquanto o atual campeão da categoria marcou 109,1kg. Os dois se encararam de forma intensa, com ambos colocando o punho esquerdo rente ao rosto do outro. Após o show, Cigano prometeu:
- Com certeza, vai ser uma grande luta para os fãs, e vou dar a vocês mais um nocaute. 

Veja a programação:

UFC 166
19 de outubro de 2013, em Houston (EUA)

CARD PRINCIPAL
Cain Velásquez x Junior Cigano
Daniel Cormier x Roy Nelson
Gilbert Melendez x Diego Sanchez
Gabriel Napão x Shawn Jordan
John Dodson x Darrell Montague

CARD PRELIMINAR
Tim Boetsch x CB Dollaway
Nate Marquardt x Hector Lombard
Sarah Kaufman x Jessica Eye
George Sotiropoulos x KJ Noons
T.J. Waldburger x Adlan Amagov
Tony Ferguson x Mike Rio
Jeremy Larsen x Andre Fili
Dustin Pague x Kyoji Horiguchi

Fonte: Combate/G1

Direitos Humanos aprova projeto que desobriga igrejas de casar homossexuais

Por Maria Carolina Caiafa  

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, presidida pelo pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP), aprovou na quarta-feira (16) um projeto de lei que determina que as igrejas possam se recusar a realizar casamentos de pessoas que violem seus valores, doutrinas ou crenças, sem que essa conduta seja considerada discriminação. A medida seria estendida também a rejeitar aqueles que desrespeitam o ambiente religioso. A consequência dessa nova norma será resguardar o direito das instituições de não serem obrigadas a realizar casamentos homossexuais
A proposta 1411/11, elaborada por Washington Reis (PMDB-RJ), acrescenta um artigo à Lei 7.716/89, que cuida dos crimes resultantes de preconceito.

Segundo o autor, a prática homossexual está em desacordo com muitas doutrinas religiosas. Assim, em sua opinião, a preservação do direito das minorias não pode levar ao desrespeito “de outros direitos e garantias constitucionais”. Washington acredita que a proposta está de acordo com a liberdade de consciência e de crença, cláusula pétrea da Constituição brasileira.

O relator da CDHM, deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), apresentou parecer favorável à matéria. Segundo ele, há casos de casais homossexuais que procuram igrejas para se casar e, diante da recusa, processam padres e pastores. “Nós queremos descriminalizar essa atitude do pastor em defesa da linha da sua igreja, que é um direito dele não realizar aquele casamento”, argumenta.

Bolsonaro garante ainda que “ninguém quer expulsar gays de igreja” e os indivíduos serão avaliados “pelo comportamento”, uma vez que não há outra forma de saber quem é ou não homossexual. O deputado afirma ainda que “os homossexuais também, como um todo, não querem se casar em igreja” e que “essa minoria vai lá [nos cultos] para provocar”.

O projeto será avaliado agora pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Já para o deputado Chico Alencar (Psol-RJ), o texto do projeto confere à autoridade religiosa, dentro da sua igreja, “um tipo de poder discriminatório que ofende, inclusive, a lei, corretíssima, contra qualquer discriminação”. Isso porque caberá ao padre ou ao pastor verificar se a pessoa se comporta ou tem valores em acordo ou desacordo com a doutrina que professa. E completa: “É um projeto que faz um agito, talvez arrebanhe gente, tenha alguma função eleitoral futura, mas não passa no quesito da constitucionalidade”.

Marco Feliciano, em sua página no Twitter, comenta sobre a repercussão do caso na imprensa: “Mais uma vez uma parte da mídia mente deslavadamente! Dizendo que foi aprovado um projeto que proíbe a entrada de pessoas em cultos. Quando aprenderem a ler os projetos e interpretá-los sem preconceito talvez haja paz. Como podemos impedir alguém de ir à igreja? Todos tem o direito de ir e vir. Independente de sexo, cor ou fé, todavia o respeito aos cultos, templos e homilias tem q ser observados. Sejam todos benvindos aos cultos evangélicos e católicos! Cultuem conosco! Adorem a Deus conosco! Um abraço a todos!”.

Fonte: The Christian Post

Maçons denunciados na tribuna da Câmara dos Deputados dos EUA

A estenógrafa do Câmara dos Deputados dos EUA Dianne Reidy pegou o microfone em uma sessão da câmara e falou o que os deputados americanos nunca falaram. Segundo as emissoras de TVs norte americanas como a Fox News disseram que o que aconteceu foi muito estranho e que Reidy estava fora de si.
Reidy disse: “Não se deixem enganar. De Deus não se zomba. Uma Casa dividida não pode ficar de pé. Ele não permitirá que zombem dEle. Ele não permitirá que zombem dEle. Ele não permitirá que zombem dEle. A maior enganação aqui é que está nação não está sob Deus. Nunca esteve. Se tivesse estado, a Constituição não teria sido escrita por maçons… indo contra Deus. Vocês não podem servir dois mestres. Vocês não podem servir dois mestres. Louvado seja Deus, Senhor Jesus Cristo.”
Reidy foi levada a um hospital local para avaliação, considerando sua conduta fora do comum, que muitos notaram estava completamente fora do normal da estenógrafa. Ela foi também entrevistada pela polícia, mas não há expectativa de que ela seja processada.
“Ela é uma pessoa muito conhecida, ela é uma pessoa perfeitamente legal, uma boa colega, alguém que é respeitável e confiável, e todo mundo que trabalha com ela está surpreso com isso,” disse no ar Dana Bash, repórter da CNN.
Para os meios de comunicação, foi apenas loucura. Mas fico tentando imaginar se havia Alguém por trás disso:
“Para envergonhar os sábios, Deus escolheu aquilo que o mundo acha que é loucura; e, para envergonhar os poderosos, ele escolheu o que o mundo acha fraco.” (1 Coríntios 1:27 BLH) 

Fonte: Julio Severo

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Policia de Feira de Santana-BA atirou e matou o jovem Pastor Mario Sales

Conhecido como "O MENINO QUE ABALOU A CONVENÇÃO" ele era um exemplo para os jovens pregadores desta geração. Segundo informações tiradas do seu próprio blog que diz que ele foi morto ontem pela policia de Feira de Santana enquanto voltava de um culto onde estava ministrando.A policia alegou que confundiu ele com bandidos que estavam sendo procurados.
O jovem pastor faleceu um dia antes do seu aniversario e sua ultima postagem dizia: Amanhã to fazendo aniversário ein... Recebe-se presentes pelo correio viu gente kkkkkkk. 
A policia vai ter que explicar realmente o que aconteceu, pois as primeiras informações não convenceram a comunidade evangélica local.
Que a família seja confortada por Deus nesse memento de pesar.

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Pr. Silas Malafaia ferveu debate sobre Estado Laico na Globo

Pastor Silas Malafaia marcou presença no último programa ‘Na Moral’, da Rede Globo, exibido na noite desta quinta-feira (1º). Sobre o tema ‘Estado Laico’, ao lado de um padre, um ateu e um babalorixá, pastor Silas não fugiu de nenhuma discussão e levantou questões polêmicas, fazendo jus as suas declarações de que o programa teria um “debate quente”.
“Na Moral” bateu recorde de audiência no horário e foi o programa mais assistido nesta nova temporada. No Rio de Janeiro, a atração marcou 16 pontos e 28%. A marca chegou a ser publicada na coluna da jornalista Patricia Kogut, no site do jornal O GLOBO.
O programa de 35 minutos, um resumo de duas horas de gravação, foi – e ainda está sendo – um dos mais comentados nas redes sociais, chegando aos principais tópicos (top trends) do Twitter com a hastag #NaMoral. Leia o comentário do pastor Silas abaixo.

Polêmicas

O debate esquentou de verdade quando o pastor e o presidente da maior associação de ateus, Daniel Sotto-Mayor, davam explicações sobre o aumento do número de evangélicos no país. Sotto-Maior atribuiu o acrescimento à “Teologia da Prosperidade”. “Você pega um sujeito que não tem nada e promete que ele vai ser rico. Quando você vê os evangélicos vendendo a sua fé, esse é o carro-chefe”, disse o ateu.
Pastor Silas reagiu na mesma hora: “Então quer dizer que todo evangélico é rico?! Se a gente vende riqueza e a Igreja Evangélica já tem 30/40 anos vendendo riqueza, então tem um bando de otários que continuam lá!”, disparou.
E a discussão foi além. Daniel Sotto-Mayor acusou os governos que se pautaram pela religião de banhar de sangue e oprimir os diferentes. Ao que o pastor Silas respondeu: “Ninguém derramou mais sangue do que aqueles que eram a favor da anulação de Deus da sociedade”.
“Quem deu banho de sangue na humanidade foram aqueles que tinham o ateísmo como base. A revolução que aconteceu na Rússia, que matou mais de 70 milhões de pessoas, a revolução da China, que matou mais de 50 milhões de pessoas, o Pol Pot, agora lá no Camboja, naquela região. Estes camaradas tinham como doutrina a exclusão total da religião”, disse Malafaia.
Sobre a diminuição no número de católicos no Brasil, padre Jorjão explicou que muita gente se dizia católica e que hoje tem outras religiões, enfatizando que é “melhor que sejam bons cristãos do que maus católicos”.
Porém, pastor Silas destacou que o crescimento evangélico acontece graças ao ensino dos pastores. Pois os evangélicos não vivem apenas uma liturgia de culto, mas procuram viver a Bíblia no seu dia a dia.
Ivanir dos Santos, representante das religiões Afro-brasileiras, afirmou que o umbandista tem sofrido preconceito religioso e que a religião tem sido demonizada por outras religiões. Ele também convidou o pastor Silas para participar da Caminhada pela Liberdade Religiosa. O líder evangélico não prometeu que iria, agradeceu o convite e lembrou que os evangélicos já foram alvo de preconceito por parte de outras religiões e que na época não eram convidados para participar de programas televisivos.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails